Tamanho do texto

Holandês destacou reação do Botafogo, que saiu atrás no placar, e aposta em volta das vitórias no Brasileirão

Escalado para conceder entrevista coletiva nas vésperas do clássico com o Fluminense, Clarence Seedorf avisou que o Botafogo ainda assustaria os rivais neste Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, após o duelo, o holandês destacou a luta para buscar o empate e afirmou que a equipe conseguiu mostrar que está viva apesar do 1 a 1 no placar .

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"Começamos muito mal, mas tivemos uma boa reação. No primeiro tempo comandamos o jogo e, no segundo, foi mais equilibrado. É um clássico e mostramos que não estamos mortos e que vamos para frente nessa reta final", projetou o camisa 10, falando sobre o gol de Bolívar aos 13 minutos de partida, que definiu a igualdade no confronto com o Flu.

Veja fotos dos jogos da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro

Seedorf também aproveitou para lembrar que o Botafogo não está mais preocupado com o Cruzeiro, mas sim pensando em pontuar o máximo possível nas últimas rodadas: "Não estamos olhando para eles, estamos tentando somar o maior número de pontos. Tentamos ganhar, não deu, mas vamos agradecer aos nossos torcedores".

Esgotado ao fim do clássico, Marcelo Mattos culpou o estado físico dos jogadores pela queda de rendimento dos botafoguenses no Brasileirão. O volante teve trabalho para conter os meias do Fluminense, se envolveu em confusões durante a partida e foi um dos cinco alvinegros que receberam cartão amarelo - Edilson, Bolívar e Gabriel estão suspensos e não encaram o Grêmio no final de semana.

"É muito difícil aguentar correr, marcar, pegar a segunda bola e buscar a partida em todo jogo, com dois jogos por semana. Foi um bom resultado, contra uma grande equipe, que te jogadores rápidos na frente. Temos que continuar melhorando porque nosso objetivo ainda está longe de ser alcançado", analisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.