Tamanho do texto

Bandeira de Mello não esperava demissão e lamenta sua interferência nos projetos do futuro

Eduardo Bandeira de Mello foi pego de surpresa por pedido de demissão de Mano
Luiz Roberto Lima/Futura Press
Eduardo Bandeira de Mello foi pego de surpresa por pedido de demissão de Mano

O presidente do Flamengo , Eduardo Bandeira de Mello, convocou uma entrevista coletiva para a manhã desta sexta-feira para tratar dos próximos passos após o pedido de demissão de Mano Menezes. Mello cravou que o Flamengo não será rebaixado (tem dois pontos acima do Criciúma, o primeiro time do Z4) e que terá de fazer novo planejamento para 2014. 

Pego de surpresa por demissão de Mano, Flamengo banca Jayme como substituto

"Evidentemente, já tínhamos começado o planejamento para 2014 e essa mudança vai ter interferência. Mas ainda estamos em setembro, podemos manter o que foi iniciado e aprimorar para que o próximo ano não seja influenciado", disse o presidente. 

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Bandeira bancou o interino Jayme de Almeida e lhe deu confiança para seguir no comando até dezembri. "Temos a sorte de ter uma comissão técnica de qualidade, mas pode acontecer de ele continuar por mais tempo ou não. Vai depender do que for planejado. Estamos no meio de uma situação que não foi planejada", completou.

O dirigente foi enfático ao afastar qualquer possibilidade de rebaixamento. O time ocupa a 15ª posição do Brasileirão com 26 pontos . "Garanto que o Flamengo não cai, simples assim", se limitou a dizer. A próxima partida será contra o Náutico às 16 horas deste domingo, na Arena Pernambuco.