Tamanho do texto

"Venho me esforçando e trabalhando. Agora, fiz um belo gol depois de jogar pela Seleção. E a cada vez que consigo metas, trabalho mais ainda", prometeu o palmeirense

Valdivia comemora com Vinicius gol do Palmeiras
Gazeta Press
Valdivia comemora com Vinicius gol do Palmeiras

Vinicius começou 2013 como um atacante que, apesar de novo, só tinha marcado dois gols em três anos como profissionais. Mas nessa terça-feira, logo no jogo seguinte ao seu primeiro por uma seleção brasileira, marcou o oitavo gol de sua carreira em belo lance na virada por 4 a 2 sobre o Avaí . Um prêmio, em sua análise, ao que faz diariamente.

Sem Mendieta e Leandro, Palmeiras pode ter Ananias ou Charles contra o Sport

"Treinamos para acertar, e me esforço muito", comentou o jogador de 20 anos que arrancou do meio-campo na Ressacada driblando um adversário e abrindo espaço diante de dois antes de chutar forte e ver o goleiro Diego tocar na bola, mas sem condições de evitar que ela balançasse as redes.

O atleta formado nas categorias de base do clube vibrou intensamente, e não só porque era o gol que colocava o time pela primeira vez à frente no placar. Vinicius logo lembrou que, no sábado em amistoso também em Santa Catarina, esteve com a seleção sub 20 que é preparada para representar o Brasil nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Vaiado, Valdivia responde em rede social: 'Quinze milhões batem palma'

"Venho me esforçando e trabalhando. Agora, fiz um belo gol depois de jogar pela Seleção. E a cada vez que consigo metas, trabalho mais ainda", prometeu, com discurso de quem não está satisfeito e que sabe da importância de Gilson Kleina, técnico que mais lhe deu chance nos profissionais do Palmeiras.

"Na semana passada, tive uma grande notícia com a convocação para a Seleção sub-20, pela primeira vez defendi a Seleção Brasileiro. Voltei ao Palmeiras com mais uma oportunidade dada pelo Gilson Kleina e retribuí da melhor forma possível", pontuou.

Com suas recentes atuações, Vinicius não vê mais que perdeu espaço para Alan Kardec e se imagina como titular ao lado do artilheiro do Verdão na Série B no sábado, contra o Sport, no Pacaembu. "No meu último jogo pelo Palmeiras (vitória sobre o ASA), joguei com o Leandro e o Alan. Agora o Alan já deve voltar para o próximo jogo, e o Kleina pode contar sempre comigo", avisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.