Tamanho do texto

Presidente do clube quer ter mais contato com elenco para contornar a crise no Brasileirão

Mário Gobbi e os diretores de futebol Roberto Andrade e Duílio Monteiro Alves
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Mário Gobbi e os diretores de futebol Roberto Andrade e Duílio Monteiro Alves

O presidente do Corinthians , Mário Gobbi, passará a trabalhar no centro do treinamento do clube no Parque Ecológico e não mais no seu escritório no Parque São Jorge. A medida foi tomada para aproximar a diretoria do clube do time treinado por Tite no momento mais conturbado da gestão do presidente corintiano, iniciada em fevereiro de 2012. 

Veja a tabela completa do Brasileirão

O Corinthians não vence há quatro jogos do Campeonato Brasileiro e se distanciou da disputa pelo título. Está 16 pontos atrás do Cruzeiro e Tite já jogou a toalha. "Não tivemos sequência de equipe, isso nos prejudicou, e agora está muito encaminhado o título para Cruzeiro e Botafogo, tendo depois o Grêmio. Vender falsa ilusão? Aqui não", disse o técnico após a derrota para o Botafogo há uma semana.

Nas últimas semanas o presidente corintiano tem sido presença frequente nos treinamentos da equipe por conta da má fase. Em sexto lugar no Brasileirão, o time está cinco pontos atrás do Atlético-PR, quarto colocado, na última posição que garante vaga na Libertadores de 2014.

A meta corintiana neste ano é garantir vaga no torneio continental. Com o Brasileirão cada vez mais distante, a Copa do Brasil é encarada como prioridade. O jogo de ida das quartas de final contra o Grêmio será na próxima semana, dia 25, no Pacaembu. A volta está marcada para o dia 23 de outubro em Porto Alegre. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.