Tamanho do texto

Atacante acha que algumas posturas dos torcedores podem atrapalhar o rendimento da equipe

O atacante Fabinho, do Criciúma , reclamou da pressão do torcedor durante a partida contra o Internacional, em que a equipe catarinense acabou derrotada por 1 a 0 no Heriberto Hulse. Para ele, algumas atitudes das arquibancadas podem atrapalhar.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Acho que ninguém entende. O torcedor quer que a gente ataque demais. Só que tem uma função, eu procuro fazer aquilo que o treinador me pede. Procuro ajudar o grupo taticamente naquilo que ele me pede, acompanhando a lateral, marcando", explicou em entrevista ao Diário Catarinense .

O Criciúma volta a jogar diante de seus fãs na próxima rodada. Desta vez, o adversário é o Fluminense, que está dois pontos e três posições à frente do Criciúma, 15º colocado com 24 pontos, na tabela.

‘A gente sabe que todos os jogos que a gente entrar pra jogar, a gente tem que vencer. Na quarta-feira não será diferente. Por isso eu peço o apoio torcedor, pra que ele esteja do nosso lado. É um campeonato difícil demais, mas que sem dúvida nenhuma a gente vai dar nosso melhor", completou o atacante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.