Tamanho do texto

Torcida permaneceu fora do estádio até os 25 minutos do primeiro tempo da partida contra o Chievo. O presidente do clube, Claudio Lotto, minimizou as críticas

Reuters

Os torcedores da Lazio boicotaram a entrada do time na vitória por 3 a 0 contra o Chievo, em casa, em partida válida pelo Campeonato Italiano neste domingo. O protesto aconteceu porque eles não gostaram das contratações feitas pelo clube durante a abertura da janela de transferência. 

A torcida ficou do lado de fora do Estádio Olímpico de Roma durante os primeiros 25 minutos de partida, deixando completamente vazia a Curva Nord, local onde costuma ficar. .

Quando entraram no estádio, com a Lazio já vencendo por 1 a 0, exibiram faixas com os dizeres "mais uma janela de transferências, mais uma oportunidade desperdiçada".

O presidente da Lazio, Claudio Lotto, responsabilizado pela insucesso na contratação do turco Burak Yilmaz, do Galatasaray, minimizou os protestos.

"Se os torcedores estão unidos, é melhor para o time", disse a jornalistas. "Essa pequena minoria de torcedores não entendeu ainda que eu não me intimido com essas coisas. Mas criticas construtivas são sempre bem vindas."

A Lazio, que venceu a Copa da Itália na última temporada, gastou modestos 19 milhões de euros na última janela de transferências, menos de um terço da quantia gasta pela arquirrival Roma.