Tamanho do texto

Tite pretende tirar da equipe atuação semelhante à da goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo

Danilo em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Danilo em treino do Corinthians

A confirmação ficou para o treino deste sábado, mas Tite já deixou clara a equipe do Corinthians que pretende escalar no domingo, contra o Goiás, no Pacaembu. O treinador vai sacar o meia Danilo e esperar a última atividade para ter a certeza de que poderá contar com Fábio Santos.

Comente esta notícia com outros torcedores

A referência para o gaúcho é a goleada sobre o Flamengo, em 1º de setembro, último dia no qual a sua equipe fez um gol. Na ocasião, com Douglas centralizado, Guerrero de pivô e dois jogadores rápidos dos lados - Alexandre Pato e Romarinho -, uma vitória por 4 a 0 foi facilmente construída.

"A ideia é buscar um modelo, dentro de todas as formas que tivemos. E o jogo contra o Flamengo foi uma referência importante. Temos que retomar a confiança, e a tendência é seguir aquele modelo", afirmou o treinador, que, pela primeira vez desde o triunfo, terá Pato e Guerrero à disposição.

Assim, Danilo está fora da escalação. "A equipe jogou bem com um armador e dois homens de velocidade. O Pato estava bem. O Guerrero também, e estamos acostumados a jogar com um pivô. Nos últimos jogos, foi no processo de criação ofensiva que a gente mais sofreu."Nem tudo, no entanto, será como foi contra o Flamengo. A não ser que haja algum imprevisto com Fábio Santos - o que tornaria necessário um rearranjo do time, com improvisações -, Edenílson seguirá como segundo volante, com Alessandro na lateral direita e Ibson no banco.

Resta mesmo só a confirmação de Fábio, que perdeu as duas últimas partidas por causa de uma pubalgia e voltou a treinar com o grupo na sexta-feira. Sua volta se tornou mais urgente com a contusão do reserva Igor e deverá ser confirmada se ele reagir bem à atividade de sábado.

Não havendo problemas, o Corinthians será escalado para o confronto com o Goiás, válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, da seguinte maneira: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Edenílson; Alexandre Pato, Douglas e Romarinho; Guerrero.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.