Tamanho do texto

Valdivino de Oliveira disse que só consegue dedicar quatro horas ao clube por semana

Valdivino de Oliveira, além de presidente do clube, é político
Arquivo pessoal
Valdivino de Oliveira, além de presidente do clube, é político

A situação do Atlético-GO está prestes a piorar também fora de campo. Vendo o time na penúltima colocação do Campeonato Brasileiro Série B, o presidente Valdivino de Oliveira pensa em renunciar ao cargo: falta de tempo e "ideias vencidas" são os motivos alegados pelo mandatário, que já pensa no sucessor.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Em entrevista ao Portal 730 , Valdivino de Oliveira confirmou a ideia de deixar o comando da equipe. "É interessante que o clube tenha um presidente capaz de dedicar um tempo maior. Não tenho mais esse tempo. O máximo que consigo é dedicar até quatro horas por semana, e isso é pouco".

Deputado federal pelo PSDB, ele tentará a reeleição no ano que vem. O presidente também é economista e professor licenciado da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). "Divido meu tempo com a Câmara dos Deputados, minhas empresas, universidade, bases eleitorais...".

Considerando sua relação com o clube desgastada, Valdivino de Oliveira não crê que haja uma solução ainda em 2013, mas já pensa em possíveis nomes para substituí-lo. "O próprio Jovair, que é meu vice, é um grande nome. Mas temos que mudar alguma coisa", finalizou o mandatário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.