Tamanho do texto

Resultado leva o time gaúcho a 37 pontos no terceiro lugar da tabela do Brasileirão. Pernambucanos seguem em situação desesperadora

Jogando com tranquilidade, o Grêmio passou pelo Náutico sem fazer força na Arena Pernambuco. Os 2 a 0, gols de Barcos e Paulinho, mantém o time gaúcho na 3ª colocação do Campeonato Brasileiro , com 37 pontos, seis atrás do líder Cruzeiro e a dois do Botafogo, que manteve a vice-liderança ao vencer o Corinthians.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

A partida em São Lourenço da Mata transcorreu em ritmo lento. Postado atrás e sem se afobar, o Grêmio esperou os erros do Náutico para definir o jogo. Conseguiu abrir o placar em um gol de pênalti batido por Barcos, e matou de vez a partida num golaço do garoto Paulinho, aos 35 da etapa final.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com a derrota, o Náutico segue disparado na lanterna, com apenas 9 pontos. As duas equipes voltam a campo no domingo. O Grêmio recebe o Atlético-MG, na Arena, enquanto o Timbu visita o Vitória, no Barradão.

O jogo

O primeiro tempo foi bastante morno na Arena Pernambuco. Náutico e Grêmio se estudaram bastante, e as defesas quase sempre levavam vantagem sobre os ataques. O time gaúcho começou a se soltar a partir dos 15 minutos, especialmente em boas jogadas do estreante Wendell, pelo lado esquerdo.

Foi pelo lado direito, porém, que saiu o gol. No primeiro ataque mais forte, aos 24, Pará fez lançamento preciso para Zé Roberto, que escorou para Kleber. Na pequena área, só com Gideão pela frente, o Gladiador foi atropelado por Leandro Amaro: pênalti, convertido por Barcos.

O Náutico, então, veio para cima de forma mais efetiva. Aos 29, Hélder chegou a marcar, mas o árbitro assinalou corretamente um impedimento do meia pernambucano no lance. Aos 32, Hugo fez boa jogada pelo lado esquerdo e chutou, mesmo sem ângulo, para boa defesa de Dida. Depois foi a vez de o Grêmio responder em chute de Barcos, que girou em cima da marcação e arrematou por cima do gol.

O Grêmio começou o segundo tempo assustando em uma cabeçada de Rhodolfo, logo aos três minutos. Aos oito, Ramiro arriscou chute forte após ótima jogada de Wendell, mas Gideão pegou. O Náutico respondeu em uma bomba de Derley em cobrança de falta, mas a bola saiu alta, pela linha de fundo.

Depois desse começo movimentado, o segundo tempo seguiu no ritmo do que fora a etapa inicial: uma partida lenta, de poucos lances perigosos. Lance mais agudo, só aos 27 minutos: Hugo fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro, mas Rhodolfo chegou de carrinho e cortou o perigo. Aos 30, o Grêmio quase fez o segundo: Zé Roberto cruzou, Souza desviou, Gideão fez grande defesa e Jean Rolt tirou o pão da boca de Rhodolfo, que se preparava para mandar para as redes.

Aos 35, o Grêmio enfim definiu o jogo, em uma jogada de dois jogadores que haviam entrado no segundo tempo: Maxi Rodríguez e Paulinho. Em passe genial, o uruguaio serviu o garoto, que emendou de primeira, marcando um golaço: 2 a 0. O Náutico, então, teve uma sequência de escanteios no fim do jogo, mas o máximo que obteve foi obrigar Dida a uma boa defesa, aos 42. O Tricolor ainda quase fez o terceiro em grande jogada de Maxi Rodríguez no finzinho, mas o lance foi anulado por impedimento.

FICHA TÉCNICA  -  NÁUTICO 0 x 2 GRÊMIO
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE) 
Data: 11 de setembro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília) 
Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE) 
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Arnaldo Rodrigues de Souza (CE) 
Cartões amarelos: Leandro Amaro e Jean Rolt (Náutico); Ramiro e Kleber (Grêmio) 

Gols: GRÊMIO: Barcos, de pênalti, aos 25 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 35 minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Gideão; Auremir (Morales), Jean Rolt, Leandro Amaro e Dadá; Elicarlos, Derley, Hélder (Martinez) e Tiago Real (Maikon Leite); Jônatas e Olivera
Técnico: Levi Gomes

GRÊMIO: Dida; Gabriel, Rhodolfo e Bressan; Pará, Souza (Saimon), Ramiro, Zé Roberto e Wendell (Paulinho); Kleber (Maxi Rodríguez) e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.