Tamanho do texto

Presidente está preocupado com rendimento da equipe que não conseguiu vencer o Náutico

Gobbi e Tite em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Gobbi e Tite em treino do Corinthians

O presidente do Corinthians , Mário Gobbi, esteve no CT do clube nesta segunda-feira para ter uma conversa com o técnico Tite e o gerente de futebol, Edu Gaspar, e todo o elenco de jogadores. Ele está preocupado com o rendimento da equipe neste Campeonato Brasileiro , principalmente após o empate sem gols contra o Náutico, o pior time do torneio, em casa.

Tite quer conter turbulência antes de "vender ilusão" de título brasileiro

Gobbi não é visto com frequência nos treinos da equipe, mas sempre vai ao CT em momentos chave da temporada. Esteve antes e depois dos jogos contra o São Paulo, pela Recopa, como após a eliminação nas oitavas de final da Libertadores deste ano para o Boca Juniors. Há uma preocupação grande com o atual momento da equipe, quinta colocada no Brasileirão com 30 pontos, quatro atrás do Atlético-PR, quarto, e 10 do líder Cruzeiro. O time foi muito vaiado após o 0 a 0 contra o Náutico. 

Leia também: A dez pontos do líder, corintianos tentam manter esperança de título

Um dos assuntos na conversa com o presidente foi o pedido público por reforços feito por Tite após o jogo de domingo. Sem Pato e Guerrero, o técnico até improvisou o zagueiro Paulo André como centroavante durante a partida. Como a janela de transferências entre clubes da Série A está fechada, apenas um reforço da Série B poderia ser contratado.  

"Estamos precisando (de um outro centroavante). É consenso. Estamos atrás há bastante tempo no mercado. Mas é difícil, estamos buscando um jogador com essa característica. Pato mesmo é movimentação, não é pivô. Mas de bico a bico da área, com velocidade, e perdemos os dois. Estamos procurando, não é oportunismo passar isso neste momento", disse Tite após o jogo.

Time remendado
O Corinthians voltou aos trabalhos na manhã desta segunda com outra preocupação. O goleiro Cássio ainda não se recuperou da contusão sofrida na partida contra o Inter e permanece como dúvida para a partida contra o Botafogo, quarta-feira. Ele sequer foi a campo. Uma baixa certa para o próximo jogo é Fábio Santos. O lateral-esquerdo foi substituído contra o Inter já está vetado da viagem ao Rio de Janeiro.

Apenas os atletas que não atuaram contra o Náutico foram ao gramado na ensolarada manhã desta segunda. Para o jogo contra o Botafogo, Tite poderá contar com Douglas e Emerson, que estavam suspensos e não enfrentaram o Náutico. Com isso não vai precisar improvisar Paulo André como centroavante. Romarinho e Emerson devem iniciar a partida no ataque. 

"No rachão, sou centroavante do time e costumo fazer gol, principalmente em bolas rebatidas. Na França, fui jogar como atacante em algumas situações como a de ontem (domingo), quando a equipe precisava de jogada aérea no segundo tempo. Não fiz gol lá, mas acho que ajudei. Porém, não tenho intimidade nenhuma ali. Espero não precisar fazer de novo, porque temos gente competente para jogar", afirmou.

"Pato e Guerrero são fundamentais em nosso esquema. Eles tinham acabado de fazer um grande jogo contra o Flamengo, e o gol do Pato na Seleção é típico de atacante. Vamos torcer para Emerson e Douglas voltarem bem, para jogarmos mais em profundidade", acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.