Tamanho do texto

Meia acredita que falhas na marcação foram decisivas para a derrota por 3 a 1 diante do Botafogo no Maracanã

Alex, meia do Coritiba
Heuler Andrey/Gazeta Press
Alex, meia do Coritiba

O Coritiba segue em declínio na classificação do Campeonato Brasileiro. A situação se complicou ainda mais na reta final do primeiro turno ao perder para o Botafogo por 3 a 1, no Maracanã. Estrela da equipe e o mais experiente do grupo, Alex acredita que falhas de marcação foram decisivas para o placar final e, quando o time acordou já era tarde.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O primeiro gol, a gente deu para o Botafogo, e é complicado. No segundo gol, outra falha de posicionamento. Temos que nos reorganizar e, no segundo tempo, no primeiro lance, o moleque (Hyuri) fez o que quis", afirmou o jogador, que reconhece que a cada gol a confiança anda em baixa no grupo. "Não tem muito o que falar. O time não está jogando bem, os pontos estão ficando para trás. Isso vai diminuindo a confiança, e a coisa já não vem acontecendo", completou.

Sobre os desfalques, incluindo nomes importantes como Deivid, Robinho e Leandro Almeida, o garoto de ouro coxa-branca admite que as ausências pesam, mas não servem como desculpa. "Faz falta, mas estão lesionados, com problemas. Mas, não adianta lamentar. Esse é nosso grupo e temos que incentivar quem está em condições de jogar. Não dá para arranjar desculpas. Temos que levantar a cabeça e melhorar", sentenciou.

Alex sabe que não encontrou ainda seu ritmo após retornar de lesão, e que os menos experientes estão sentindo o peso do momento, mas tenta minimizar os percalços, lembrando que não tem tempo para reformulações. "Quando o momento é complicado, não adianta procurar desculpas, se é a performance de um ou de outro. Tem que encarar o fato. Não tem tempo para lamentação. Domingo tem o São Paulo, que também vive um momento complicado, e a gente tem que se recuperar", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.