Tamanho do texto

Equipe de Mano Menezes tem apenas duas vitórias diante de times de outros estados no Brasileiro e é o segundo pior mandante da competição

O Flamengo parecia embalado após a classificação heroica sobre o Cruzeiro na Copa do Brasil, mas levou uma goleada do Corinthians neste domingo . A derrota só evidencia a fase irregular do time carioca e traz a tona a fraca campanha dos comandados de Mano Menezes diante de times de fora do Rio de Janeiro neste Brasileiro.

O Flamengo tem chances de cair no Brasileiro? Opine!

Mano Menezes, técnico do Flamengo
Fabio Castro/Agif/Gazeta Press
Mano Menezes, técnico do Flamengo

Em 14 partidas diante de equipes de outros estados foram apenas duas vitórias, sobre Criciúma e Atlético-MG. O Flamengo ainda tem mais dois êxitos na competição, em clássicos domésticos contra Fluminense e Vasco.

Leia mais: Palco de brigas, estádio de Brasília é o que tem segurança mais cara no País

A instabilidade em casa só piora a situação. Mandando suas partidas no Mané Garrincha, o Flamengo só tem uma vitória jogando em seus domínios e estacionou nos 19 pontos no Brasileiro. A equipe de Mano Menezes ocupa a 15ª posição e está a apenas três pontos da zona de rebaixamento.

A má campanha no Brasileiro e a proximidade da zona da degola já ligaram o sinal de alerta contra a queda. Nesta quarta, o Flamengo encara o Vitória, em Brasília, e busca se recuperar no torneio.

Confira a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

“Faltam uns 20 jogos ainda”, disse o goleiro Felipe, ao definir o compromisso de quarta-feira, contra o Vitória, em Brasília, como decisivo. “Mas é um risco que corremos, estamos há quatro jogos sem vencer no Brasileiro e na quarta-feira temos um jogo em casa que precisamos ganhar”.

Capitão do Flamengo, o volante Elias lamentou o desempenho ruim e ressaltou que a equipe precisa vencer para voltar a ter tranquilidade. “Nós temos que reagir o mais rapidamente possível, voltar a ganhar no Campeonato Brasileiro para termos tranquilidade. A competição é muito complicada, marcada pelo equilíbrio, e não podemos ficar muito tempo na parte de baixa da tabela de classificação, pois senão a reação fica ficando mais complicada com o passar do tempo. O importante é que já fizemos bons jogos este ano e sabemos que só depende de nós começar a mudar a nossa realidade dentro da competição”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.