Tamanho do texto

Negociação precisa ser encerrada até esta segunda, fechamento da janela de transferências

Kaká tem contrato até 2015 com o Real Madrid e pede acordo voltar ao Milan
Kevork Djansezian/Getty Images
Kaká tem contrato até 2015 com o Real Madrid e pede acordo voltar ao Milan

Após quatro anos no Real Madrid , Kaká está perto de voltar ao Milan . A informação foi divulgada por alguns órgãos da imprensa italiana na tarde deste domingo. Adriano Galliani, diretor de futebol do Milan, esteve com a diretoria do Real Madrid para adiantar o negócio. 

Leia também: Kaká quer deixar Real Madrid e espera acordo com novo clube

Segundo os principais meios de comunicação da Itália, incluindo o Mediaset, que pertence ao dono do Milan, Silvio Berlusconi, o brasileiro viajará para Milão nas próximas horas para assinar um contrato de duas temporadas. De acordo com as primeiras informações, o clube italiano vai contar por empréstimo e não pagará nada para contar com o meia. O seu contrato com o Real Madrid é válido até agosto de 2015, mesmo período do empréstimo com o Milan. 

Assim que deixou a reunião com o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, Galliani adotou um tom misterioso para atualizar as informações sobre a negociação com Kaká. "Ele não assinou com o Milan. Consequentemente, não é jogador do Milan", disse em declarações publicadas pelo Gazzetta dello Sport .

As especulações sobre uma possível volta de Kaká ao Milan começaram na última quinta-feira, depois que o brasileiro admitiu publicamente que estava insatisfeito e queria deixar o clube espanhol ainda nesta janela de transferências. A declaração do meia agradou aos dirigentes italianos, que, imediatamente, iniciaram as negociações para repatriar o jogador. No Real Madrid, Kaká tinha um salário de 10 milhões de euros anuais (cerca de R$ 31 milhões) e estava disposto a aceitar uma redução para 7 milhões de euros (aproximadamente R$ 21,7 milhões), em caso de transferência para o Milan.

Se confirmada, a volta de Kaká representará para o Milan o resgate de um dos seus principais ídolos nos últimos anos. Contratado junto ao São Paulo em 2003, o brasileiro conquistou todos os títulos possíveis com a camisa rossonera. Faturou a Champions League (2007), o Mundial de Clubes (2007), a Supercopa da Europa (2003 e 2008), o Campeonato Italiano (2003/2004) e a Supercopa da Itália (2004). Assim, foi eleito, em 2007, o melhor jogador do mundo pela Fifa.

Ele se transferiu para o Real Madrid em 2009 por 67 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões na época) em busca de um novo desafio em sua carreira. Entretanto, nos quatro anos em que ficou nos Blancos , sofreu com inúmeras lesões e teve problemas com o técnico José Mourinho. Assim, amargou o banco de reservas na maioria das partidas e pouco participou das conquistas do Campeonato Espanhol (2011/2012), da Copa do Rei (2011) e da Supercopa da Espanha (2012), títulos que ganhou em sua melancólica passagem pela capital espanhola.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.