Tamanho do texto

Time gaúcho vence a quinta consecutiva, chega a 31 pontos e "seca" o Cruzeiro para permanecer empatado na ponta

O Grêmio obteve sua quinta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro , na noite deste sábado. Em jogo realizado na Arena, o time de Renato Gaúcho derrotou a Ponte Preta por 1 a 0, aproveitando expulsão do adversário e também uma falha incrível da zaga campineira.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

A Macaca teve o meia-atacante Giovanni expulso no início do segundo tempo, e o Grêmio marcou seu gol pouco depois, quando Kleber não perdoou falha do zagueiro Betão e balançou as redes. O resultado positivo levou o time aos 31 pontos, mesmo número do líder Cruzeiro, que leva vantagem nos critérios de desempate e ainda joga no domingo.

A partida deste sábado marcou os retornos do meia Zé Roberto e do atacante Vargas, que ficaram um mês no departamento médico, mas foram liberados, ficaram no banco e entraram no decorrer do segundo tempo.

O Grêmio volta a campo na terça-feira, quando enfrentará o Goiás, no Serra Dourada. Já a Macaca, que está na zona de rebaixamento do Brasileirão, com 15 pontos, luta pela recuperação na quarta, contra a Portuguesa.

O jogo

O Grêmio assumiu a posse de bola e teve mais iniciativas no início do confronto, mas exibiu pouca criatividade para agredir o adversário. Depois de uma sequência ineficaz de bolas alçadas na área, o Tricolor fez sua primeira tentativa de jogada trabalhada aos dez minutos, mas Barcos foi travado na hora do chute. No rebote, Alex Telles finalizou rasteiro, para defesa de Roberto. Em seguida, os donos da casa voltaram a insistir pelo alto, em cabeceio do Pirata, que passou por cima do gol.

Com o propósito de responder apenas nos contragolpes, a Ponte Preta se mostrou inofensiva em grande parte do primeiro tempo, parando no bloqueio defensivo gremista, formado por três zagueiros e três volantes. Assim, o jogo só ganhou emoção a partir dos 31 minutos, quando Rhodolfo aproveitou cobrança de escanteio e mandou para perto do gol da Macaca.

No minuto seguinte, Barcos recebeu pela esquerda, girou para se livrar da marcação de Régis e chutou forte, no canto baixo de Roberto, que teve trabalho para mandar para escanteio. Na cobrança do Grêmio, Bressan levou a melhor sobre a zaga e cabeceou para perto do gol. A pressão gremista, enfim, começou a surtir efeito na frente. Aos 37, Alex Telles mandou a bola para a área, e Souza desviou de cabeça, acertando a trave dos visitantes.

Acuada, a Ponte só respondeu aos 45 minutos, no momento em que o ex-corintiano Chiquinho recebeu na área e bateu no canto para balançar as redes, mas o árbitro assinalou impedimento do meia-atacante e não validou o gol. O primeiro tempo terminou logo depois, gerando reclamação por parte dos gremistas, que tinham falta na intermediária e esperavam que o árbitro permitisse a batida.

As equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo, e o Grêmio seguiu com sua mesma jogada de bolas aéreas. Logo aos três minutos, Alex Telles bateu escanteio e viu Rhodolfo desviar para perto da trave. Na resposta ponte-pretana, Ramirez apareceu na meia-lua e bateu no meio, facilitando o trabalho de Dida. O Tricolor, então, retomou sua insistência pelo alto, desta vez em cabeçada de Barcos, defendida por Roberto.

Aos oito minutos, a equipe campineira perdeu o meia-atacante Giovanni, que já tinha amarelo, fez falta mais dura no meio-campo e acabou expulso do jogo. Como se não bastasse ficar com um jogador a mais em campo, o Grêmio ainda recebeu um presente da zaga da Ponte. Aos 14 minutos, Betão tentou fazer o recuo de longe, mas a bola passou por Diego Sacoman e ficou para Kleber, que tocou na saída do goleiro para abrir o placar.

A partir daí, Jorginho recorreu às alterações para sonhar com alguma reação. Fernando Bob e Cachito Ramírez deixaram a partida para as entradas de Magal e Fernando. O Grêmio também teve uma mudança, com a saída de Riveros para o retorno de Zé Roberto, recuperado de lesão.

Pouco depois, a zaga gremista quase retribuiu o presente para o adversário. Rhodolfo afastou mal de cabeça, e a bola ficou para William, que avançou e foi derrubado antes de invadir a área. Na cobrança da falta, Chiquinho acertou a barreira, na última chance da Macaca de evitar a vitória gremista na Arena.

Veja o gol da vitória do Grêmio: 


F ICHA TÉCNICA -  GRÊMIO 1 X 0 PONTE PRETA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 31 de agosto de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Katiuscia Berger Mendonça (ES) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Cartões amarelos: Riveros, Bressan (Grêmio). Magal (Ponte Preta)
Cartão vermelho: Giovanni (Ponte Preta)
GOL: GRÊMIO: Kleber, aos 14 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Dida; Werley (Vargas), Rhodolfo e Bressan; Pará, Souza, Ramiro, Riveros (Zé Roberto) e Alex Telles; Kleber e Barcos (Matheus Biteco)
Técnico: Renato Gaúcho

PONTE PRETA: Roberto; Régis, Betão, Diego Sacoman e Uendel (Cesar); Baraka, Fernando Bob (Magal), Giovanni e Ramírez (Fernando); Chiquinho e William
Técnico: Jorginho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.