Tamanho do texto

Equipe gaúcha empata em 2 a 2 com o Salgueiro e se classifica para encarar o Atlético-PR na próxima fase

Jogadores do Inter comemoram o primeiro gol no jogo contra o Salgueiro pela Copa do Brasil
Futura Press
Jogadores do Inter comemoram o primeiro gol no jogo contra o Salgueiro pela Copa do Brasil

O Salgueiro se despediu de forma honrosa da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, arrancou no finzinho um empate em 2 a 2 com o Internacional, na partida de volta das oitavas de final da competição. O time gaúcho venceu o jogo de ida por 3 a 0.

Ranieri e Daniel marcaram para o time da casa, Alex e Jorge Henrique fizeram os gols da equipe gaúcha, que enfrentará o Atlético-PR nas quartas de final. O goleiro Alisson chegou a defender um pênalti no começo do segundo tempo.

Comente esta notícia com outros torcedores

O Salgueiro tentou partir para cima no começo, mas o Inter abriu o placar cedo, com Jorge Henrique, aumentando a grande vantagem aberta no jogo de ida (3 a 0). O Salgueiro voltou mais aceso para o segundo tempo: perdeu pênalti, mas conseguiu empatar. Porém, quando parecia perto da virada, levou o segundo, de Alex, mas anda teve forças de buscar um empate nos descontos, deixando tudo igual no placar do Cornélio de Barros.

O Inter volta a campo no domingo, quando enfrentará o Coritiba, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro. Já o Salgueiro volta a disputar uma decisão. Na segunda-feira, o time pernambucano abre sua participação nas oitavas de final da Série D em casa, contra o Nacional-AM, que curiosamente também foi eliminado nesta quinta da Copa do Brasil, pelo Vasco.

O jogo

Precisando golear o Inter para seguir na Copa do Brasil, o Salgueiro até tentou uma pressão nos minutos iniciais. Logo aos dois minutos, Rodolfo Potiguar arriscou de longe e levou perigo para o gol de Alisson. Porém, logo aos 13 minutos o Inter abriu o placar e esfriou o ímpeto inicial do Salgueiro: a zaga pernambucana saiu jogando errado, Leandro Damião recuou e Jorge Henrique chutou de bico da entrada da área, abrindo o placar.

Precisando fazer 5 a 1 para se classificar, o time pernambucano naturalmente diminuiu a pressão. O objetivo, então, passou a ser tentar o empate, para não sair novamente derrotado diante do Inter. Aos 17, Ricardo Braz ganhou pelo alto após escanteio e cabeceou com perigo. O jogo caiu de ritmo. Só aos 46 houve perigo: Moreilândia chutou mal de fora da área, mas a bola sobrou livre para Kanu, que chutou para fora.

O segundo tempo, ao contrário do primeiro, foi mais quente. Logo aos cinco minutos, Alan tocou com a mão na bola e cometeu pênalti para o Salgueiro. Na cobrança, Alisson defendeu o chute de Elvis. Aos 12, porém, o goleiro colorado não seguraria uma cabeçada certeira de Ranieri após cobrança de falta: 1 a 1.

Como tem sido praxe no Brasileirão, o Inter reagiu rápido: aos 17, Alex fez boa finta e arriscou da entrada da área, fazendo o segundo do Colorado. Foi o primeiro gol dele em sua volta ao Beira-Rio. O gol esfriava a tentativa do Salgueiro de virar o jogo. Aos 21, Damião quase fez ao terceiro ao tentar encobrir Mondragon. Minutos depois, o goleiro do Salgueiro fez nova grande defesa em cabeçada de Ronaldo Alves.

O Internacional quase fez o terceiro aos 38: Alan Patrick recebeu cruzamento de Fabrício e acertou a trave. No fim, um prêmio ao esforço do Salgueiro: Daniel recebeu passe na área e deixou tudo igual no placar: 2 a 2.

FICHA TÉCNICA
SALGUEIRO 2 x 2 INTERNACIONAL

Local : Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE)
Data : 29 de agosto de 2013, quinta-feira
Horário : 21h50 (de Brasília)
Árbitro : Wagner Reway (MT)
Assistentes : Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Cartões amarelos : Rodolfo Potiguar (Salgueiro); Jorge Henrique (Internacional)

Gols : SALGUEIRO: Ranieri, aos 12, e Daniel, aos 45 minutos do segundo tempo
INTERNACIONAL: Jorge Henrique, aos 13 minutos do primeiro tempo; Alex, aos 17 minutos do segundo tempo

SALGUEIRO : Mondragon; Tamandaré (Gil Mineiro), Ricardo Braz, Ranieri e Daniel; Aylton Alemão, Rodolfo Potiguar, Moreilândia e Yerien; Elvis (Canga) e Kanu
Técnico: Marcelo Chamusca

INTERNACIONAL : Alisson; Ygor, Ronaldo Alves, Alan e Fabrício; Aírton, Willians, Jorge Henrique e Alex (Alan Patrick); Scocco (Otávio) e Leandro Damião (Caio)
Técnico: Dunga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.