Tamanho do texto

Marin diz que clubes devem ser responsabilizados por atos de torcedores e pede ajuda do Ministério Público

Torcedores de Vasco e Corinthians brigam no Estádio Mané Garrincha, em Brasília
Adalberto Marques/ Agif/Gazeta Press
Torcedores de Vasco e Corinthians brigam no Estádio Mané Garrincha, em Brasília

O presidente José Maria Marin se posicionou a favor da punição aos clubes que tiverem torcedores envolvidos em ações criminosas durante os jogos do Campeonato Brasileiro . No último domingo, corintianos e vascaínos protagonizaram uma briga dentro do estádio Mané Garrincha, em Brasília. Marin quer que o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva puna os clubes e pede que o Ministério Público também atue contra as torcidas organizadas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“A CBF está atenta, mas depende muito do STJD. Mas é um órgão competente e as providências serão tomadas. Eu acho que os clubes têm responsabilidade. Algumas providências foram tomadas e queremos colaboração dos clubes”, disse Marin, de forma vaga, sem apontar que medidas de fato devem ser tomadas. O STJD pode obrigar Corinthians e Vasco a jogar de portões fechados ou ter perda de mandos de jogos.

Veja também: Confrontado, Marin defende Del Nero por aprovação "quase unânime" de gestão

Marin disse que pretende criar comissão para debater ações para diminuir a incidência de episódios de violência nos estádios. “Pretendo ouvir especialistas, como o Fernando Capez, e fazer comissão para analisar isso. O malefício é muito grande e não se trata só de Copa, é de crianças. Esta é uma página negra para o futebol brasileiro que está afugentando a criança, que é o torcedor que amanhã vai pagar o ingresso”, disse Marin.

E também: Paulo André e Raí cobram da CBF que melhore a estruturas dos clubes

Fernando Capez, promotor de Justiça de São Paulo e deputado estadual, foi quem iniciou o combate às torcidas organizadas no Estado. Sua ação, contudo, não foi muito efetiva. A principal delas foi a dissolução da torcida Mancha Verde. Porém, depois disso, ela passou a ser chamada de Mancha Alvi-verde, sem mudar em nada sua atuação nos jogos do Palmeiras .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.