Tamanho do texto

Presidente já retornou de Curitiba e se reunirá com cúpula na tarde desta quinta-feira

Gilson Kleina vai se reunir com a diretoria nesta tarde
Cesar Greco/Ag Palmeiras
Gilson Kleina vai se reunir com a diretoria nesta tarde

Ameaçado de demissão, Gilson Kleina terá seu futuro no Palmeiras avaliado nesta quinta-feira. Após a derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR e a eliminação na Copa do Brasil , o presidente Paulo Nobre marcou uma reunião com os demais membros da diretoria e com a comissão técnica para o fim da tarde, na Academia de Futebol.

Você acha que Gilson Kleina deve ou não continuar no Palmeiras? Opine

Nobre, o diretor executivo José Carlos Brunoro e o gerente de futebol Omar Feitosa, que acompanharam a partida em Curitiba, desembarcaram em São Paulo antes do elenco e chegaram à cidade durante a madrugada desta quinta. A chegada dos jogadores está prevista somente para as 14h50.

A reunião será para reavaliar o trabalho de Gilson Kleina, que já soma quatro eliminações em mata-mata com a equipe: a Copa Sul-Americana (2012), Campeonato Paulista (2013), Copa Libertadores (2013) e Copa do Brasil (2013). Participarão do encontro o departamento de futebol e a comissão técnica.

Nobre considera apatia da equipe inadmissível: "Cadê o Palmeiras?"

"A reavaliação é constante, não tenho nada para falar por enquanto. É a única coisa que tenho para falar agora", disse Brunoro em rápido contato com o iG Esporte .

Esta não é a primeira vez que o cartola precisa discutir o futuro do treinador. Após a derrota vexatória para o Mirassol por 6 a 2, no Paulistão, Nobre se reuniu com a diretoria e optou por manter o comandante.

Gilson Kleina tem contrato até o fim deste ano e antes da derrota para o Atlético-PR foi cauteloso ao falar sobre o assunto . Até agora foram 62 jogos no comando do time, sendo 31 vitórias, 12 empates e 19 derrotas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.