Tamanho do texto

Time tinha vantagem na Copa do Brasil, mas foi eliminado pelo Atlético-PR com derrota por 3 a 0 em Curitiba

Paulo Nobre apareceu nos vestiários do Durival de Britto com um cachecol do time no pescoço e declarações de um torcedor extremamente irritado. E, como presidente, cobrou seus comandados pela derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR que eliminou o Palmeiras logo na primeira fase que disputou na Copa do Brasil. Disse não ter visto a equipe que se orgulhou em definir como "sangue na veia".

Em bela atuação, Atlético-PR elimina o Palmeiras da Copa do Brasil

"O time do Palmeiras é unido, se doa do primeiro ao último minuto e dá trabalho para absolutamente toda a equipe que o enfrenta. Mas não verificamos esse time hoje. Cadê o Palmeiras? Cadê o Palmeiras brioso que orgulha tanto a torcida?", disse o dirigente, aumentando o tom de voz em suas palavras.

Para Wesley, Palmeiras passou vergonha ao levar 3 a 0 do Atlético-PR

O mandatário detectou apatia no Verdão, o que considera inexplicável. "Esse grupo já demonstrou que é brioso, só que não dá para entender o que aconteceu hoje. O time esteve irreconhecível em campo, e isso é inadmissível no Palmeiras", falou Nobre, envergonhado.

Ederson celebra gol na vitória que deu a vaga para o Atlético-PR nas quartas da Copa do Brasil
Julia Abdul-Hak/Gazeta Press
Ederson celebra gol na vitória que deu a vaga para o Atlético-PR nas quartas da Copa do Brasil

"É uma vergonha tomar 3 a 0. Sem tirar méritos do Atlético-PR, que é um grande time, jogou muito bem, e não vou responsabilizar a arbitragem, que erra e influencia. O Palmeiras tem que superar todo tipo de problema, e hoje não foi o Palmeiras que estamos acostumados a ver", prosseguiu.

Os erros de arbitragem citados foram impedimentos marcados equivocadamente, e em um deles Leandro sofreu pênalti, e em possível falta em Charles no começo da jogada do segundo gol paranaense em Curitiba.

Mas nada disso servirá para diminuir as cobranças. "Uma derrota por 3 a 0 e uma eliminação podem acontecer, mas não como aconteceu. Tenho certeza absoluta de que esse time pode dar muito, mas muito mais do que hoje", afirmou Paulo Nobre.