Tamanho do texto

Pressionado por causa da eliminação na Copa do Brasil, treinador se reuniu com o presidente Paulo Nobre na tarde desta quinta-feira, na Academia de Futebol

Gilson Kleina permanece no comando da equipe
Divulgação/Palmeiras
Gilson Kleina permanece no comando da equipe

Gilson Kleina ainda é técnico do Palmeiras . A reunião envolvendo o treinador e a diretoria na tarde desta quinta-feira não definiu a troca no comando, apesar da irritação do presidente Paulo Nobre na noite da última quarta-feira por causa da derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR e a eliminação na Copa do Brasil. Os argumentos do chefe da comissão técnica foram aceitos, mas uma entrevista coletiva do diretor executivo José Carlos Brunoro está marcada para acontecer na manhã desta sexta-feira. 

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

A conversa na Academia de Futebol é comum nos dias seguintes a jogos e completou o papo que Kleina teve com Nobre logo depois da partida em Curitiba. O dirigente saiu do Paraná antes do embarque da delegação, esfriou a cabeça, assim como o técnico, e aparentou ter aceitado a projeção de mobilização feita por ele.

Durante desembarque do elenco na tarde desta quinta, o treinador lembrou os desfalques que teve para a partida no Durival de Britto.  Depois de ter perdido Leandro no primeiro jogo, Ananias, com lesão na coxa esquerda, e Vinicius, com dores no tornozelo direito, desfalcaram no jogo de volta. 

“Para jogos decisivos, fazemos de tudo para colocar força máxima e temos um elenco qualificado para isso. Infelizmente, para esses confrontos, perdemos características importantes de velocidade. E não conseguimos reunir condições para o nosso jogador que é diferencial, o Valdivia”, citou Kleina, ressaltando que concorda com Nobre na constatação de apatia em campo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.