Tamanho do texto

Time empatou sem gols em Campinas diante da Ponte Preta, mas deu adeus à Sul-Americana por causa da derrota em casa por 2 a 1 no jogo de ida

No Estádio Heriberto Hulse, onde geralmente consegue mostrar sua força, o Criciúma não conseguiu o resultado, e foi derrotado por 2 a 1 pela Ponte Preta, no primeiro confronto da segunda fase da Copa Sul-Americana. Desta forma, a missão desta terça-feira era complicada: vencer o time campineiro, por dois gols de diferença, fora de casa, para conseguir a classificação. Com mais uma atuação ruim, o time falhou e está eliminado da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não era isso que a gente queria, mas, infelizmente, perdemos. O placar do primeiro jogo influenciou demais. Mas agora é esquecer, vamos ficar triste, sim, mas vamos esquecer, pois já tem o Vitória no Campeonato Brasileiro", apontou o volante Elton.

Mesmo em desvantagem, o time catarinense não adotou uma postura ofensiva ao longo do jogo. Sílvio Criciúma, técnico interino, ainda tentou escalara sua equipe com três volantes, mas foi em vão. Com dificuldades para armar suas jogadas, o Tigre apostou em bolas forçadas para o meio da área, a defesa da Ponte Preta mostrou bom posicionamento e garantiu o resultado.

Eliminado da Sul-Americana, o Criciúma volta à realidade do Campeonato Brasileiro, pelo qual também não vive um bom momento. Com a vitória na última rodada, sobre o Coritiba, o time catarinense saiu na zona de rebaixamento, chegou aos 17 pontos, mas ainda está bem perto da degola e precisa encaixar uma série vitoriosa.

Neste domingo, como lembrou o volante Elton, ainda na saída de campo, o Criciúma encara o Vitória, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Barradão, em Salvador. O time da casa, que havia começado bem, não vive boa fase na Série A e precisa reencontrar o caminho das vitórias para se aproximar dos líderes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.