Tamanho do texto

Ao empatar sem gols com o Criciúma, time em atividade mais antigo do Brasil se classifica na Sul-Americana e vai encarar adversário estrangeiro pela primeira vez

A Ponte Preta se orgulha do fato de ser o clube de futebol em atividade mais antigo do Brasil, mas tinha uma lacuna que incomodava, mas conseguiu ser preenchida nesta terça-feira. O time campineiro nunca havia enfrentado um adversário estrangeiro em competições oficiais, o que vai ser concretizado nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Para conseguir o feito, a Macaca precisou eliminar o Criciúma, diante de sua torcida, no Moisés Lucarelli.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Sabíamos como era importante este jogo para a Ponte e para esta torcida maravilhosa. Trabalhamos muito no ano passado para isso e conseguimos confirmar hoje. Agora, vamos trabalhar para conquistar ainda mais na competição", destacou o volante Baraka após o empate sem gols desta terça-feira - no primeiro jogo, a Ponte havia vencido o Criciúma por 2 a 1.

O time campineiro ainda não conhece o seu primeiro adversário internacional, o venezuelano Deportivo Pasto e o chileno Colo-Colo decidem a vaga nesta quarta-feira, em Santiago, mas os jogadores da Ponte preferem não indicar a preferência. Não temos que escolher muito. "Temos que enfrentar de igual para igual quem vier, e buscar a classificação. Temos qualidade para encarar qualquer um", afirmou Diego Sacoman.

O defensor pontepretano também recordou a má fase da equipe campineira na Série A do Campeonato Brasileiro, pelo qual ocupa a 17ª colocação, já na zona de rebaixamento. Antes de projetar o próximo adversário pela Sul-Americana, Diego Sacoman acredita que o momento é de retomar o foco na competição nacional. "Precisamos retomar a atenção para o Campeonato Brasileiro, onde temos um jogo dificílimo".

Como disse o zagueiro da Macaca, a missão deste final de semana não é fácil. Pela 17ª rodada da Série A, a Ponte Preta viaja a Porto Alegre neste sábado, onde encara o Grêmio, às 18h30 (de Brasília), na Arena. O time gaúcho vive situação bem diferente e ocupa o terceiro lugar na competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.