Tamanho do texto

Equipe catarinense ocupa a oitava posição do campeonato, apenas quatro pontos atrás do quarto colocado da Série B

Motivado pela boa estreia do treinador Vinícius Eutrópio na última rodada, o Figueirense encara o ASA nesta terça-feira, às 21 horas (de Brasília), no Estádio Municipal de Arapiraca, em Alagoas, tentando permanecer próximo ao grupo dos quatro primeiros colocados da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida será válida pela 18ª rodada da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A equipe catarinense ocupa a oitava posição do campeonato, apenas quatro pontos atrás do quarto colocado, Paraná. Na última partida, que marcou a estreia de Vinícius Eutrópio à frente do time, vitória por 3 a 0 sobre o Oeste. O jogo desta terça, aliás, colocará o novo treinador do Figueirense frente a frente com o seu ex-clube, o ASA.

Para escalar sua equipe para este duelo, Eutrópio terá alguns problemas. Wellington Saci, Nem e Ricardinho receberam o terceiro amarelo e estão suspensos, assim como Rodrigo, expulso na etapa final do jogo contra o Oeste. Além deles, André Rocha, suspenso por duas partidas, ainda tem mais um jogo de punição e também está fora.

"Além dos jogadores que estão fora, temos a viagem, que é desgastante e o gramado pesado. Mas o esquema de jogo deve ser o mesmo", afirmou o comandante, que deve promover a entrada de Henrique Miranda na lateral esquerda. No meio, como volante, Nem pode dar lugar a Hildo, Luan ou até mesmo Tinga. A vaga de Rodrigo ainda está vaga.

"Não parei ainda (para pensar). Fizemos uma relação de 19 (jogadores) e vamos pensar. Do grupo que tenho, o Lucas Sotero (da base) não vai viajar. O restante do grupo vamos levar todos e conversar para definir. Mas o modelo de jogo não muda, são dois meias", revelou o técnico. Pelo lado do ASA, o discurso é de aproveitar o bom momento para embalar a terceira vitória seguida dentro de casa. Na última rodada, triunfo por 4 a 0 sobre o lanterna ABC. A situação na tabela, por outro lado, não é cômoda: 13ª posição, apenas três pontos a frente do São Caetano, 17º colocado e último a ocupar a zona de rebaixamento.

Na última quinta-feira, para manter o ritmo de jogo, o Fantasmão realizou um jogo-treino contra o Penedense, modesto time de Alagoas, no Municipal de Arapiraca, e venceu por 3 a 2, com gols de Tiago Garça, Thallysson e Osmar. A partida não oficial serviu para o treinador Leandro Campos fazer observações e, possivelmente, mudanças na equipe titular. Recém-contratado junto ao Coritiba, o volante Djair, por exemplo, agradou ao comandante e pode surgir como novidade na escalação titular.

"O Djair é um jogador que estava ficando em alguns jogos no banco do Coritiba e vocês viram a qualidade dele. É um atleta com uma consistência muito boa de passe, de organização e tem uma condição muito boa de marcação. Particularmente, já me veio até a condição de iniciar o jogo contra o Figueirense com ele atuando", disse Leandro Campos.

Para a partida desta terça, as novidades são as voltas de Didira e Lúcio Maranhão, recuperados de lesões, além das dos volantes Milton Júnior e Reinaldo Silva, que foram liberados pelo departamento médico.

ASA e Figueirense se enfrentam nesta terça-feira, às 21 horas (de Brasília), no Estádio Municipal de Arapiraca, em Alagoas, em partida válida pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Até aqui, em dois confrontos entre as equipes na história, melhor para os catarinenses, que triunfaram em ambos.

FICHA TÉCNICA
ASA X FIGUEIRENSE

Local: Estádio Municipal de Arapiraca, em Arapiraca (AL)
Data: 27 de agosto de 2013 (terça-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES))
Assistentes: Thiago Gomes Brigido (CE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

ASA: Gilson; Maicon; Tiago Garça, Samuel e Chiquinho Baiano; Fabiano; Jorginho (Djair), Glaybson e Didira; Wanderson (Lúcio Maranhão) e Elionar Bombinha.
Técnico: Leandro Campos.

FIGUEIRENSE: Neneca, William, Douglas Marques, Gutti e Henrique Miranda; Luan (Hildo ou Tinga), Maylson, Botti e Tchô; Ricardo Bueno e Rafael Costa.
Técnico: Vinícius Eutrópio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.