Tamanho do texto

Aproximadamente 750 funcionários participaram da festividade ao lado de César Maluco, ídolo do clube. O ex-jogador alfinetou a diretoria anterior, liderada por Arnaldo Tirone

Allianz Parque tem 67% das obras concluídas
Divulgação
Allianz Parque tem 67% das obras concluídas

Funcionários da construtora WTorre pararam as obras do Allianz Parque na manhã desta segunda-feira. Porém, a pausa teve um bom motivo: os 99 anos do Palmeiras. Cerca de 750 operários sentaram-se no setor onde ficarão as arquibancadas centrais da nova arena e cantaram um parabéns simbólico ao clube, junto ao ex-jogador César Maluco, segundo maior artilheiro da história alviverde.

O que achou da comemoração do Palmeiras? Deixe o seu recado e converse com os outros leitores

César Maluco discursou para os funcionários da obra e também cortou o bolo, que foi distribuído aos presentes. O ídolo também foi muito assediado e fez questão de tirar fotos e distribuir autógrafos aos fãs.

Palmeiras confirma estreia de camisa comemorativa contra o Atlético-PR

"Para mim foi uma alegria ser convidado para cortar o bolo. É um mérito muito grande. O que os dirigentes do Palmeiras não fizeram, a WTorre está fazendo comigo, Ademir da Guia e outros jogadores do passado. Ser convidado para cortar o bolo de 99 anos é, para mim, o maior orgulho em minha vida", afirmou o ex-centroavante ao iG Esporte , aproveitando para cutucar a diretoria da gestão anterior de Paulo Nobre, encabeçada pelo então presidente Arnaldo Tirone.

No entanto, as comemorações não param por aí. À noite, a diretoria realizará um evento fechado na zona sul da capital e um relógio será instalado na sede social (na rua Turiassu) para iniciar a contagem para o centenário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.