Tamanho do texto

Time paranaense teve início bom no Brasileiro, apareceu entre os líderes, porém caiu de rendimento nas últimas rodadas

Liderado pelo experiente meia Alex, o Coritiba iniciou bem a Série A do Campeonato Brasileiro, figurou entre os líderes da competição, mas caiu de rendimento nas últimas rodadas. A equipe paranaense sofreu com a falta de peças de reposição para manter o mesmo nível dos titulares e, neste sábado, chegou à quarta partida sem vitória. No Estádio Heriberto Hulse, o Verdão não conseguiu surpreender o Criciúma, que se recuperou com o triunfo por 2 a 1. O treinador Marquinhos Santos não tem dúvidas em relação aos motivos que levaram ao resultado negativo.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O jovem técnico Marquinhos Santos, de 34 anos, orienta o atacante Lincoln no treino do Coritiba
Divulgação/Site oficial do Coritiba
O jovem técnico Marquinhos Santos, de 34 anos, orienta o atacante Lincoln no treino do Coritiba

"Houve entrega, até mais do que contra o Vitória. Houve competitividade. Faltou, talvez um pouco mais de qualidade nas finalizações. Temos que refletir e rever. Por mais que soubéssemos que agosto seria crítico, não esperávamos ter tantas contusões e um baixo rendimento", revelou o comandante do Coritiba, que não consegue encaixar sua equipe com tantos desfalques nas últimas rodadas.

Diante do Criciúma, em Santa Catarina, o Coritiba teve quatro desfalques por causa de lesões: o zagueiro Chico, o meia Robinho, o atacante Deivid e o craque Alex, ausência que vinha sendo o diferencial na sequência de vitórias do Coxa nas rodadas anteriores. Além dos jogadores vetados pelo departamento médico, Marquinhos Santos também não teve os atacantes Geraldo e Bill, suspensos.

Com os problemas para escalar sua equipe, Marquinhos Santos tem um compromisso muito importante nesta terça-feira. Depois de perder a primeira partida por 1 a 0, no Estádio do Barradão, o Coritiba recebe o Vitória, às 21h50 (de Brasília), no Couto Pereira. O time paranaense precisa vencer para garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.