Tamanho do texto

Clube luta para que jogos sejam remarcados respeitando as 66 horas de descanso obrigatórias entre uma partida e outra

A diretoria do Santos confirmou que entrou com um pedido junto a CBF visando alterar as datas dos seus jogos remarcados no Campeonato Brasileiro . O clube diz contar com o apoio do Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo para que as partidas sejam remanejadas respeitando as 66 horas de descanso obrigatórias entre um jogo e outro.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Estamos tentando mudar as datas. Já entramos com a notificação e queremos que sejam respeitadas as 66 horas de um jogo para o outro, até em função da determinação do Sindicato dos Atletas. Não é bom para os jogadores, para o espetáculo e para ninguém. Esperamos que essa decisão seja revista", disse o presidente em exercício, Odílio Rodrigues.

A nova tabela do Brasileirão prevê duas maratonas ao time, uma em setembro e a outra em outubro, respectivamente. No primeiro mês, o Peixe enfrenta Atlético-PR no dia 4 (fora), Goiás no dia 7 (casa), Internacional no dia 9 (fora) e Flamengo no dia 11 (fora). Já em outubro, encara São Paulo no dia 2 (casa), Náutico no dia 4 (casa), Portuguesa no dia 6 (fora) e Coritba no dia 9 (fora).

Na 15ª posição no Brasileiro, a equipe santista soma 16 pontos ganhos e volta a campo diante do Vitória, neste sábado, a partir das 18h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.