Tamanho do texto

Meia inicia a partida contra o Boa Esporte, neste sábado, em Varginha (MG). Ele não começava jogando desde sua última participação pelo Sport, em maio

Felipe Menezes será titular neste domingo
Fernando Dantas/Gazeta Press
Felipe Menezes será titular neste domingo

A pequena Laura, de três meses, foi a fortaleza para que Felipe Menezes pudesse superar o período de quase três meses longe dos gramados. Foi o nascimento da filha que motivou o meia a ter paciência e aceitar recomeçar a carreira no Palmeiras, como ele mesmo gosta de dizer. Neste sábado, às 16h20, diante do Boa Esporte, ele volta a ser titular depois de pouco mais de cem dias. A última vez em que Menezes iniciou uma partida foi no dia 12 de maio, quando ainda defendia o Sport, no clássico pernambucano diante do Santa Cruz.

Com o fato de não poder disputar a Copa do Brasil (já que havia disputado a primeira fase pelo Sport), competição também tratada como prioridade pelo clube, Felipe Menezes tem na Série B a chance de mostrar serviço ao técnico Gilson Kleina, principal responsável pela sua contratação em julho deste ano, depois de ter sido dispensado no Sport e ficado cerca de um mês sem jogar.

"O momento em que a minha filha nasceu foi uma oportunidade de estar mais próximo dela, sem viagens e sem concentração. Pude conviver com ela praticamente por um mês sem sair muito de casa. Eu a curti bastante. Eu fiquei em Recife muito por conta dela e também por estar fazendo academia para não ficar muito parado. No momento em que surgisse algum clube, eu estaria um pouco condicionado.", disse o jogador, ao i G Esporte , ao ser questionado sobre o período em que ficou longe dos gramados.

Ainda recuperando o ritmo de jogo, o meia garante estar bem fisicamente e pronto para disputar a vaga com Valdivia, Mendieta e Wesley, os três últimos donos da posição. Até agora ele atuou um pouco mais de 60 minutos e entrou no decorrer das partidas contra o São Caetano, Joinville e Paysandu.

Felipe Menezes ganha a vaga no meio-campo por causa da ausência de Valdivia, que se recupera de um edema na coxa direita. Apesar do substituto imediato ser Mendieta, por não saber se o chileno jogará a partida de volta contra o Atlético-PR, Kleina optou por deixar o paraguaio no banco de reservas, para caso necessite utilizá-lo na quarta-feira, e ceder a vaga a Menezes.

"É uma grande oportunidade. Iniciar um jogo é sempre diferente e eu vou tentar agarrar como tenho feito nesses jogos que entrei. Cada jogo tem sido uma oportunidade grande para eu tentar mostrar meu futebol e eu vou, mais uma vez, tentar mostrar para o Gilson (Kleina) que tenho condições de ajudar o time no decorrer do campeonato", acrescentou.

Se a partida deste sábado é sinônimo de reinício para Felipe Menezes, para o técnico Gilson Kleina é tempo para observar as opções do elenco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.