Tamanho do texto

Além da questão financeira, a imprensa britânica afirma que outro ponto pesou a favor do Chelsea na negociação: o dono dos clube, Roman Abrahmovic

Após ficar muito perto de fechar com o Tottenham Hotspur, o brasileiro Willian deve jogar por outro clube da cidade de Londres. Segundo os principais jornais britânicos anunciaram nesta sexta-feira, o Chelsea ofereceu sete milhões de euros (R$ 22,5 milhões) a mais que os Spurs , chegou a um acordo com o meia e deve anunciá-lo como novo reforço ainda neste fim de semana.

Liverpool prepara oferta de R$ 107 milhões pelo ex-corintiano Willian

Willian viajou para a capital inglesa nesta semana, mas para fazer exames médicos no Tottenham. Os Spurs  o contratariam por 30 milhões de euros (R$ 96 milhões), mas, de última hora, o Chelsea aumentou sua proposta anterior e venceu a concorrência: Deve pagar 37 milhões de euros (R$ 118,5 milhões) e anunciar a chegada do brasileiro até domingo.

Willian está próximo do futebol inglês
Getty Images
Willian está próximo do futebol inglês

Além da questão financeira, a imprensa britânica afirma que outro ponto pesou a favor do Chelsea na negociação: O dono dos Blues , Roman Abrahmovic. Russo, ele mantém boas relações com o proprietário do Anzhi, Suleyman Kerimov, que anunciou recentemente que abriria mão de suas principais estrelas para cortar gastos.

A informação de que Willian deve fechar com o Chelsea ganha ainda mais força quando se analisa a entrevista coletiva concedida pelo técnico português José Mourinho, nesta sexta-feira. Questionado sobre o meia brasileiro, o comandante garantiu que o anúncio está perto de ser feito.

"Ele já tomou sua decisão. Willian é um jogador que queremos e ele nos escolheu. Falta apenas um exame médico para acertarmos. Não gosto de falar antes do tempo, porque o futebol é louco e pode te trair. Mas eu sei o que o jogador quer e, no momento, não podemos esconder que é uma possibilidade", afirmou.

Revelado pelo Corinthians, Willian se destacou no futebol europeu pelo Shakhtar Donestk, da Ucrânia. Na última Liga dos Campeões da Europa, liderou a equipe laranja às oitavas de final, eliminado o até então campeão europeu, Chelsea, ainda na primeira fase. Porém, antes de disputar o mata-mata, foi negociado ao Anzhi, da Rússia, por 30 milhões de libras (R$ 113 milhões). Nesta janela de transferências, foi colocado à venda pelo presidente do clube, Suleyman Kerimov, para reduzir os gastos, e atraiu o interesse de grandes clubes da Inglaterra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.