Tamanho do texto

Time de Gilson Kleina fez gol no começo, se defendeu como pôde e saiu com vitória importante para avançar às quartas da Copa do Brasil

Vilson comemora com Alan Kardec o gol do Palmeiras
Luís Moura/Gazeta Press
Vilson comemora com Alan Kardec o gol do Palmeiras

Em arrancada na Série B, o Palmeiras segue caminhada tranquila rumo à Série A do Brasileirão de 2014, mas faltava um teste de fogo para a equipe de Gilson Kleina. Ele veio nesta quarta e o time está aprovado. No sufoco e contando com a falta de pontaria dos atacantes do Atlético-PR , o Palmeiras demonstrou raça e muita vontade para vencer os paranaenses por 1 a 0 e agora tem vantagem para avançar às quartas da Copa do Brasil. Vilson fez o gol da vitória da equipe logo no início da partida.

Comente esta notícia com outros torcedores

O time comandado por Gilson Kleina começou o jogo a todo vapor e fez seu gol em cabeçada de Vilson, aos quatro minutos de partida. O Palmeiras teve chances de ampliar na primeira etapa, mas foi o Atlético-PR, quinto colocado no Brasileiro, quem comandou as ações em grande parte da partida. No entanto, o ataque formado por Delatorre e Marcelo não estava com o pé calibrado e desperdiçou boas oportunidades para os paranaenses.No fim, o Palmeiras ainda quase ampliou e saiu do Pacaembu cheio de moral com a torcida.

Com a vitória nesta quarta, agora o Palmeiras tem a vantagem do empate no jogo de volta, na próxima semana. Uma vitória do Atlético-PR por dois gols de diferença dá a vaga para os paranaenses. A repetição do placar do Pacaembu leva a decisão para os pênaltis.

Antes de definir a vaga para as quartas da Copa do Brasil, o Palmeiras encara o Boa Esporte, em Varginha, neste sábado. A equipe de Gilsom Kleina lidera a Série B de forma isolada, com 40 pontos. Já o Atlético-PR recebe o Botafogo, no domingo, pelo Brasileirão.

Veja o gol do Palmeiras diante do Atlético-PR:


O jogo

Mesmo com o desfalque de última hora de Leandro, com fortes dores nas costas - o que forçou Kleina a desfazer a formação com três atacantes - o Palmeiras foi para cima do Atlético-PR. No primeiro lance de perigo, Charles chutou de fora e obrigou Weverton a espalmar para escanteio. Na cobrança, Vilson cabeceou no canto do goleiro e abriu o placar para o Palmeiras, logo aos 4 minutos, para delírio da torcida que ainda chegava ao Pacaembu.

As investidas do time paulista continuaram após o gol. Ananias, travado por Luis Alberto, e Juninho, em furada bisonha, quase ampliaram para o Palmeiras. O time de Gilson Kleina insistia nas jogadas pela esquerda, com Wesley, Juninho e Ananias, mas o Atlético-PR começou a controlar a posse de bola. Em belo passe de Delatorre, Marcelo entrou nas costas da zaga e saiu de frente com Prass, mas perdeu chance incrível ao mandar para fora, para alívio da torcida palmeirense.

Destaque do Palmeiras nas últimas partidas, Alan Kardec teve a sua primeira chance aos 25. Após tabela entre Mendieta e Wesley, a bola sobrou para o atacante, que mandou rasteiro para fora. O Atlético-PR voltou a assustar, mas Fernando Prass salvou o Palmeiras. Delatorre deu corte seco em Henrique e chutou, o goleiro palmeirense tirou com pé e evitou o empate.

O Atlético-PR voltou com mais iniciativa na segunda etapa, e o Palmeiras se segurou como pôde. Ederson, que entrara no lugar de Elias, desperdiçou boa chance ao chutar cruzado para fora. Em cobrança de falta, Mendieta mandou por cima na primeira oportunidade dos paulistas no segundo tempo.

Com mais posse de bola e comandando as ações, o Atlético-PR chegava, mas esbarrava na falta de pontaria de seus atacantes. Após cruzamento de Marcelo, Delatorre chegou sozinho dentro da área e mandou para fora. Já o Palmeiras criou chances com Mendieta e Ananias no fim, mas não conseguiu ampliar. Mesmo com o placar magro, o time paulista saiu do Pacaembu com uma vitória para dar moral.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local : Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário : 21/8/2013, quarta-feira, às 19h30 (de Brasília)

Árbitro : Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes : Guilherme Dias Camilo (MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Público e renda : 21.935 pessoas /R$ 801.315,00
Cartões amarelos : Alan Kardec, Mendieta e Eguren (PAL); Zezinho e Jonas (ATL)

Gol : Vilson aos 4 do primeiro tempo

PALMEIRAS : Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho (Ronny); Márcio Araújo, Charles (Eguren), Wesley e Mendieta; Ananias (Serginho), Alan Kardec Técnico: Gilson Kleina

ATLÉTICO-PR : Weverton; Léo (Jonas), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; João Paulo, Zezinho, Elias (Ederson) e Everton; Marcelo e Dellatorre Técnico: Vagner Mancini

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.