Tamanho do texto

Mais de três anos após deixar o clube, atacante espanhol foi ovacionado pela torcida e ainda deixou sua marca em amistoso

Raul voltou o primeiro tempo do amistoso pelo Real
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Raul voltou o primeiro tempo do amistoso pelo Real

Foi como nos velhos tempos. Com a faixa de capitão no braço esquerda, a camisa 7 do Real Madrid nas costas e o Santiago Bernabéu lotado, Raul González voltou a pisar, mais de três anos depois, no gramado que o consagrou no futebol. O reencontro com a equipe merengue aconteceu no amistoso entre o atual time de Raul, o Al-Sadd, da Arábia Saudita, e o Real, em jogo válido pelo Troféu Santiago Bernabéu.

Comente esta notícia com outros torcedores

Principal jogador do atual elenco merengue, Cristiano Ronaldo, além de abrir mão da camisa 7, participou do gol que abriu o placar, marcado exatamente por Raul. Com a cabeça, o português desviou um lançamento para Di Maria, que deu lindo passe de primeira para Raul. Livre de marcação, o espanhol só tirou do goleiro para ouvir a explosão dos torcedores.

Depois de atuar durante todo o primeiro tempo com a camisa da equipe espanhola, Raul jogou pelo seu atual time na etapa final.A escalação inicial do Real Madrid teve, além dos brasileiros Casemiro e Kaká, o goleiro Casillas, que ficou na reserva contra o Bétis, pela primeira rodada do Campeonato Espanhol. No segundo tempo, o técnico Carlo Ancelotti substituiu praticamente o time inteiro.

Apesar da derrota, o Al-Sadd deve comemorar o fato de ter perdido por "apenas" 5 a 0 (Isco, Benzema, de pênalti, e Jesé Rodríguez, duas vezes, também marcaram). Em amistoso disputado no fim de julho, também em homenagem a Raul, os árabes perderam de goleada para o Schalke 04: 9 a 0.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.