Tamanho do texto

Com vitória em casa, time da Série C vai ao Pacaembu lutar por um empate para eliminar o campeão do mundo da Copa do Brasil

O campo era ruim, a arbitragem foi horrível, o Corinthians jogou com alguns reservas e o Luverdense foi valente. Ainda assim, um turista que desembarcasse em Lucas do Rio Verde na noite de quarta-feira não acreditaria que o campeão mundial estava jogando no Passo das Emas. Foi justo o triunfo por 1 a 0 dos donos da casa, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Pato disputa a bola em lance do jogo de ida contra o Luverdense pela Copa do Brasil
Gazeta Press
Pato disputa a bola em lance do jogo de ida contra o Luverdense pela Copa do Brasil

O placar foi definido aos 44 minutos do segundo tempo, quando o time do Parque São Jorge já tinha nove atletas em campo por causa das exageradas expulsões de Romarinho e Emerson – Zé Roberto, da equipe local, também recebeu um cartão vermelho desnecessário. E o lance do gol de Misael teve um claro toque de mão do atacante.

A atuação alvinegra, no entanto, torna mais difícil reclamar do péssimo juiz Pablo dos Santos Alves. Os comandados de Tite nada fizeram no primeiro tempo e se safaram em duas oportunidades na etapa final. Aí, Romarinho foi expulso por uma falta normal e o empate passou ser considerado um bom resultado não apenas por Tite.

Emerson entrou em campo, não aguentou as provocações por seu recente beijo em um amigo e discutiu com Zé Roberto. Os dois levaram vermelho. Já no finalzinho, Misael recebeu nas costas de Felipe – que teve uma atuação muito ruim –, dominou de mão e tocou na saída de Cássio.

Assim, o Luverdense definiu a sua vitória e alimentou a esperança de eliminar o poderoso adversário. A partida de volta acontecerá na próxima quarta-feira, no Estádio do Pacaembu. Para ir às quartas de final da Copa do Brasil, o Corinthians terá de ganhar por ao menos dois gols de diferença – uma goleada para o time de Tite – ou devolver o 1 a 0 e tentar a sorte nos pênaltis.

O jogo - A torcida local foi ao Passo das Emas fazer festa, mas se surpreendeu com uma partida competitiva. O Corinthians encarava o Luverdense com menos ímpeto ofensivo do que enfrentou o Chelsea e terminou o primeiro tempo sem uma única oportunidade de gol.

O campo ruim não ajudava, é verdade, mas o comportamento do time alvinegro não era o de um campeão mundial. Não houve nenhum momento em que os inferiores donos da casa foram envolvidos, e, pelo contrário, os raros lances de algum perigo eram dos anfitriões.

Em um jogo muito chato até o intervalo, com briga no meio-campo e pouca criação, a única oportunidade foi do Luverdense. Após escanteio curto e cruzamento da direita, Cássio saiu mal do gol – algo corriqueiro em 2013 – e contou com o cabeceio errado de Zé Roberto para não ter a rede balançada.

Após o intervalo, os anfitriões perceberam que poderiam ganhar e se animaram. Logo no primeiro lance, Washington perdeu boa oportunidade. Quando Romarinho foi expulso, aos 18 minutos, a crença em uma zebra passou a empolgar boa parte dos atletas e do público no Passo das Emas.

Pouco depois, Tozin recebeu na cara de Cássio, conseguiu o domínio e bateu para fora. Na sequência, aos 31 minutos, Emerson se desentendeu com Zé Roberto, e foram colocados fora de campo pelo atrapalhado Pablo dos Santos Alves. Com dez contra nove, o espaço ficou ainda maior para o Luverdense.

O Corinthians se segurou até os 44 minutos, mas não resistiu a mais um passe nas costas do zagueiro Felipe. O atacante Misael dominou com a mão direita, bateu no canto direito de Cássio e deu a equipe da Série C do Campeonato Brasileiro uma histórica vitória.

FICHA TÉCNICA - LUVERDENSE 1 X 0 CORINTHIANS
Local:
Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)
Data: 21 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Adson Marcio Lopes Leal (BA)
Cartões amarelos: Braga e Carlão (Luverdense); Alexandre Pato (Corinthians)
Cartões vermelhos: Romarinho e Emerson (Corinthians); Zé Roberto (Luverdense)

Gol
Luverdense: 
Misael, aos 44 minutos do segundo tempo

LUVERDENSE: Gabriel Leite; Raul Prata, Zé Roberto, Braga e Edinho; Julio Terceiro (Carlão), Gilson, Washington e Rafael Tavares (Samuel); Misael e Tozin (Tatu)
Técnico: Júnior Rocha

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Felipe, Gil e Igor (Edenílson); Ralf e Ibson; Romarinho, Danilo e Alexandre Pato (Emerson); Guerrero
Técnico: Tite

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.