Tamanho do texto

Técnico evitou comentar a arbitragem que deu o gol com toque de mão para o time de casa, elogiou os rivais e se irritou quando foi insinuado sobre possível menosprezo corintiano

Pato defende o Corinthians na derrota para o Luverdense na Copa do Brasil
Gazeta Press
Pato defende o Corinthians na derrota para o Luverdense na Copa do Brasil

"A equipe jogou mal". Este foi o resumo do técnico Tite para a atuação do Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Luverdense na noite de quarta-feira, no Mato Grosso, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

O que achou de Luverdense x Corinthians? Comente com outros leitores

O técnico evitou buscar desculpas para o tropeço fora de casa. Tem dia em que as jogadas não acontecem, não fluem. Talvez a preparação não tenha sido a ideal", disse Tite, questionado na sequência sobre qual foi o problema na preparação. "Não saber qual seria a competitividade do jogo. Poderíamos ser surpreendidos. Fomos", respondeu.

Leia mais: Luverdense obtém vitória merecida sobre Corinthians com gol ilegal

O gaúcho se irritou quando foi insinuado um menosprezo do campeão mundial em relação ao adversário, que disputa a terceira divisão do Campeonato Brasileiro. Mesmo tendo poupado Edenílson, Paulo André, Fábio Santos e Renato Augusto, ele insistiu que o Luverdense só venceu porque foi melhor.

"Ninguém subestimou nada. Fui criado em um time de uma cidade de 18 mil habitantes. Não coloque isso. Eu me formei como técnico em um time de fábrica. Jogamos mal, o outro lado foi melhor, foi feliz. Também teve a arbitragem, mas não quero falar. Jogou mal, essa é a essência", afirmou.

E ainda: Expulso com Emerson, adversário diz não aceitar beijo de ninguém

A atuação do juiz Pablo dos Santos Alves gerou polêmica. Aos 44 minutos do segundo tempo, Misael marcou o gol da vitória do time de Lucas do Rio Verde. E o lance teve um claro toque de mão do atacante. 

Após o jogo, Tite ainda apontou as qualidades do time mato-grossense. Ele viu a experiência de alguns atletas e o bom uso do lotado Passo das Emas como importantes na definição do resultado.

"Eles têm uma equipe montada faz tempo e tiveram uma mobilização forte dentro de sua casa. Sempre temos respeito. Pelas minhas origens e pela origem do Corinthians, que é de simplicidade. O técnico não sabe ver de outra forma e, se sabe fazer alguma coisa, é perder para o lado que foi melhor, não desmerecer", comentou.

Tite, por fim, voltou a mostrar irritação quando foi questionado se a derrota alvinegra foi vergonhosa. "Isso a gente não aceita. (Derrota) vergonhosa é falta de respeito, falta de vontade. Foi uma má atuação. Na parte individual, fomos mal tecnicamente. Coletivamente, a tática não funcionou. Fisicamente, não tivemos a mesma qualidade do adversário. E estive abaixo emocionalmente", concluiu.

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.