Tamanho do texto

Time baiano levará vantagem de jogar pelo empate no jogo de volta pela Copa Sul-Americana

Em um jogo fraco no Estádio Barradão, em Salvador, o Vitória achou um gol de Fabrício aos 43 minutos do segundo tempo e bateu o Coritiba por 1 a 0 na estreia na Copa Sul-americana. Com o resultado, o Coxa, que jogou desfalcado, precisará vencer diante de seu torcedor para conseguir a classificação. O Rubro-Negro leva a vantagem no empate para a volta.

Vitória jogou com uniforme alvinegro e Fabricio marcou o gol do triunfo sobre o Coritiba
Gazeta Press
Vitória jogou com uniforme alvinegro e Fabricio marcou o gol do triunfo sobre o Coritiba

A partida na capital baiana começou com marcação forte de ambos os lados, com o Leão com dificuldade para criar. Aos cinco minutos, Arthur partiu para a jogada individual, mas ficou sem bola. A resposta baiana veio com Marquinhos, em cobrança de falta fechada, aos nove minutos, que carimbou o travessão. O time da casa subiu de produção e chegou novamente com perigo aos 15 minutos, com Bianchucci, que bateu forte, por cima da meta.

Muita reclamação aos 17 minutos, depois que Dinei caiu na área pedindo pênalti e o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 25 minutos, Fabrício mandou um petardo para boa defesa de Vanderlei. Falha de Iberbia na área, aos 30 minutos, mas Biancucchi, que não esperava o vacilo, pegou mal a bola e desperdiçou.

O jogo era tecnicamente fraco e o placar refletia o que acontecia em campo. Aos 41 minutos, em uma rara chega mais contundente do Coxa, Júnior Urso chutou forte, de fora da área, e a bola passou raspando o poste de Gustavo.

Depois do intervalo, o Alviverde retornou com o estreante Vitor Júnior no lugar de Marcos Paulo, enquanto o Vitória trazia como novidade Felipe Lima na vaga de Camacho. Aos dois minutos, Vitor Junior apareceu por trás da zaga e arriscou o chute, pela linha de fundo. Aos sete minutos foi a vez de Botinnelli arrematar, sem direção. Dinei respondeu com um chute venenoso que obirou Vanderlei a trabalhar bem.

A partida era mais equilibrada, já que as mudanças realizadas pelo técnico Marquinhos Santos deram mais movimentação ao Coritiba, que subiu de produção. Aos 17 minutos, Arthur não observou Keirrison entrando na área com liberdade e arriscou o chute, sem sucesso. Dois minutos depois, Vitor Júnior chutou, Gustavo deu rebote, e Arthur bateu para fora.

Sem conseguir entrar na defesa alviverde, Marquinho chutou mais uma de fora da área, aos 30 minutos, fácil para Vanderlei. Quando o jogo pareça caminhar para um empate sem gols, Fabrício, aos 43 minutos, cobrou falta no meio do gol, uma bomba, que Vanderlei não conseguiu segurar.

As equipes voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Quem vencer o confronto encara na próxima fase o vencedor de River Plate, do Uruguai, e Itagüí Ditaires, da Colômbia.

FICHA TÉCNICA -  VITÓRIA 1 X 0 CORITIBA

Local: Estádio Barradão, em Salvador
Data: 21 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Assistentes: Fabricio Vilarinho (GO) e Fábio Pereira (TO)
Cartão amarelo: Escudero (Coritiba)
Gol: VITÓRIA: Fabrício, aos 43 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Gustavo; Dimas, Victor Ramos, Fabrício e Euller; Elizeu (Gabriel Soares), Edson Magal (Pedro Oldoni), Marquinhos e Camacho (Felipe Lima); Maxi Biancucchi e Dinei
Técnico: Caio Júnior

CORITIBA: Vanderlei; Gil, Luccas Claro, Escudero e Iberbia; Junior Urso, Marcos Paulo (Vitor Junior), Robinho (Vinícius) e Bottinelli; Arthur e Bill (Keirrison)
Técnico: Marquinhos Santos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.