Tamanho do texto

Treinador do São Paulo ensaia equipe no 4-2-3-1 e ensaiou mudanças para o jogo contra o Fluminense

Ademílson foi testado por Paulo Autuori no ataque titular do São Paulo
Site oficial
Ademílson foi testado por Paulo Autuori no ataque titular do São Paulo

Ao que parece, Paulo Autuori deve mesmo escalar o São Paulo no 4-2-3-1 no jogo contra o Fluminense , no próximo domingo, pelo Brasileirão . Na tarde desta quinta-feira, o técnico voltou a ensaiar o time neste esquema tático, mas com uma mudança em relação ao treino de terça-feira: o ponta-direita testado foi o atacante Ademilson, e não Jadson.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O quebra-cabeça da escalação se fechou em dois momentos distintos. Autuori primeiramente treinou o ataque titular contra uma defesa de suplentes. Depois, inverteu, testando a defesa principal contra um ataque de reservas (no qual Jadson era o meia armador).

Veja também: Após perder seu 18º pênalti, Rogério Ceni perde posto de batedor até para Ganso

Ademílson admitiu que ficou surpreso com a escolha do treinador. "Para o jogo-treino que fizemos aqui [contra o São Bernardo, na última terça-feita], ele separou o grupo que não tinha participado do último jogo. Como fui para o jogo-treino, esperava que outros jogadores começassem o treino (desta quinta) como titular. Foi uma surpresa para mim", disse o jogador de 19 anos.

Mas o jovem atacante ainda não tem tanta certeza de que será titular no Morumbi. "Ele (Autuori) não falou nada sobre quem vai jogar, apenas fez o trabalho. Acredito que possa ser o time, mas ele não deu certeza de quem jogará", falou.

Leia também:  Luis Fabiano treina sem dores e mostra estar bem para retorno ao Morumbi

Pela atividade desta quinta-feira, o time completo seria Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Fabrício e Ganso; Ademilson, Lucas Evangelista e Luis Fabiano. A escalação ainda não é definitiva, até porque Autuori tem mais dois dias de treino até a partida de domingo, contra o Fluminense, no Morumbi.

Mas as pistas reforçam a intenção de manter Rodrigo Caio como zagueiro e Ganso como armador, além de deixar Osvaldo e Aloísio no banco de reservas por conta do retorno de Luis Fabiano, que foi desfalque nas duas rodadas passadas do Campeonato Brasileiro por conta de lombalgia.

Denílson e Edson Silva recuperados

A poucos dias de se juntarem ao restante do elenco, Denilson e Edson Silva deixaram um pouco o Reffis, na tarde desta quinta-feira, e deram voltas no campo do CT da Barra Funda.

O volante passou por cirurgia para correção de lesão no menisco lateral do joelho direito, em 25 de julho, enquanto o zagueiro se queixa de dores no joelho direito desde o retorno da excursão pelo exterior.

A previsão do departamento médico é de que ambos trabalhem com bola no início da próxima semana, depois da partida de domingo, contra o Fluminense, no Morumbi. Até lá, ainda farão exercícios de fisioterapia e fortalecimento muscular.

Quem também está no Reffis, mas tem prazo de retorno muito maior é Thiago Carleto. O lateral esquerdo operou os ligamentos do joelho direito e pode voltar a atuar apenas em 2014. Na tarde desta quinta-feira, ele apareceu no gramado para assistir ao treinamento dos colegas.

* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.