Tamanho do texto

Empate em 1 a 1 fora de casa contra o Atlético de Madri nesta quarta deixa time catalão a uma igualdade sem gols de conquistar o torneio

Neymar comemora gol pelo Barcelona
Andres Kudacki/AP
Neymar comemora gol pelo Barcelona

Principal contratação do Barcelona para a temporada, Neymar balançou as redes em uma partida oficial nesta quarta-feira. O atacante brasileiro saiu do banco de reservas no segundo tempo e marcou o gol que decretou o empate em 1 a 1 do time catalão fora de casa contra o Atlético de Madri, no duelo de ida da Supercopa da Espanha.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O primeiro gol da partida foi feito por um jogador recém-contratado pelo Atlético de Madri e que conhece muito bem o Barcelona. Aos 11 minutos, o atacante David Villa puxou contra-ataque e tocou para Arda Turan, que passou por Alba e cruzou novamente para Villa soltar a bomba de primeira e estufar as redes do ex-clube.

Neymar entrou em campo aos 12 minutos do segundo tempo. O brasileiro precisou de apenas oito minutos para brilhar. O lateral-direito Daniel Alves cruzou pela direita na segunda trave. Bem posicionado, o atacante apareceu dentro da área para mandar para as redes e empatar o jogo.

Com o resultado, os catalães podem empatar em 0 a 0 no Camp Nou, na próxima quarta-feira, no jogo de volta, que decide o campeão do torneio.

David Villa abriu o placar contra o Barcelona, seu ex-clube
Andres Kudacki/AP
David Villa abriu o placar contra o Barcelona, seu ex-clube

O jogo

O técnico do Atlético de Madri, Diego Simeone, montou seu time para não deixar o ofensivo Barcelona jogar e, ao mesmo tempo, ser capaz de oferecer algum perigo aos catalães. No início da primeira etapa, a estratégia funcionou muito bem e levou os anfitriões a abrirem o placar.

Aos 11 minutos, quando o Barça trocava passes na intermediária, o Atlético roubou a bola e Villa puxou contra-ataque muito rápido. Ele passou para o ponta Arda Turan, que passou por Alba e cruzou para o ex-jogador do Barcelona soltar a bomba de primeira e estufar as redes de Valdés, logo em seu reencontro com os catalães.

Três minutos depois, o inspirado atacante arriscou um chute de trás do meio de campo e surpreendeu Valdés, que estava adiantado. Por muito pouco a bola não entro no ângulo. O placar mínimo a favor dos anfitriões se manteve inalterado até o final do primeiro tempo.

O segundo tempo começou com duas chances claras de gol para o Barcelona. Primeiro, Sanchez recebeu lindo passe dentro da área, driblou o goleiro Courtois e bateu para o gol, mas viu o arqueiro se recuperar e fazer grande defesa. No rebote, Fábregas também tentou, mas Arda Turan afastou.

O duelo ficou mais aberto, com as equipes criando mais chances. Diante deste cenário e sem Messi, substituído por Fábregas no intervalo, Tata Martino resolveu colocar Neymar aos 12 minutos.

Gerardo Martino comemora o gol de empate de Neymar na final da Supercopa da Espanha
Andres Kudacki/AP
Gerardo Martino comemora o gol de empate de Neymar na final da Supercopa da Espanha

Com oito minutos em campo, o brasileiro mudou o jogo. Daniel Alves completou boa jogada do Barça pela direita com cruzamento na segunda trave. Neymar, bem posicionado, mandou para as redes, empatando o jogo. Assim, seu primeiro gol pelo Barcelona se assemelha ao seu primeiro gol como profissional, de cabeça, contra o Mogi Mirim.

O jogo voltou a ficar truncado, com menos chances de lado a lado. Apesar disso, o Barça levava uma pequena vantagem por dominar a posse de bola. Ainda assim, nenhuma das equipes conseguiu marcar e a decisão ficou em aberto para a próxima quarta-feira, no Camp Nou, quando os times voltam a se enfrentar. O empate sem gols favorece os catalães e um resultado igual leva o jogo para os pênaltis. Qualquer outra igualdade é melhor para o Atlético.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.