Tamanho do texto

Nome da vez, Welliton está encostado no Grêmio e chegaria por empréstimo até o fim da temporada, já que pertence ao russo Spartak Moscou

A nova tentativa do São Paulo de acabar com seus problemas ofensivos é contratar. O alvo da vez é Welliton, atacante de 26 anos que está encostado no Grêmio e chegaria emprestado por pouco mais de três meses, tempo restante de contrato do clube gaúcho com o Spartak de Moscou, dono de seus direitos econômicos.

Autuori retoma esquema de Ney Franco e tem a aprovação do titular Ganso

Ele esteve muito perto do Coritiba, em troca que levaria o volante Willian Farias para a equipe de Porto Alegre. Porém, a diretoria são-paulina - bastante próxima de Eduardo Uram, empresário do jogador - demonstrou interesse de última hora, na terça-feira, e melou a transferência.

Welliton, do Grêmio, está perto do São Paulo
Site oficial
Welliton, do Grêmio, está perto do São Paulo

Emprestado até o fim da temporada, Welliton balançou a rede apenas duas vezes em 19 partidas e está afastado desde 3 de julho. Não ultrapassou o limite de seis partidas no Campeonato Brasileiro e, portanto, pode vestir outra camisa nesta edição da competição.

No São Paulo, ele disputaria posição principalmente com Luis Fabiano, Aloísio e Osvaldo. O último não faz um gol desde fevereiro e é quem mais está em baixa com o técnico Paulo Autuori, mas nenhum deles tem sido decisivo ultimamente. Aloísio é considerado muito afobado, enquanto o artilheiro se lesiona com frequência.

Nos últimos seis jogos do Brasileiro, a equipe fez somente dois gols - um com o volante Rodrigo Caio, no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, e outro na derrota por 2 a 1 para a Portuguesa, com o meia-atacante Lucas Evangelista. O último tento de um atacante de ofício foi na estreia de Autuori, quando Aloísio balançou a rede uma vez no revés por 3 a 2 para o Vitória.

Finta política em Juvenal teve origem no dia da primeira derrota do Brasileirão

Se Welliton for contratado nesta semana, o que depende de liberação do Grêmio e do Spartak, ele teria pouco mais de três meses até o último compromisso do São Paulo na competição nacional, marcado para 8 de dezembro, contra o Coritiba, curiosamente o clube do qual estava bem próximo até terça-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.