Tamanho do texto

Depois de abrir o marcador com El Sharrawy, equipe italiana levou o empate dos holandeses e definirá sua sorte no torneio continental no San Siro

El Shaarawy comemora com Prince Boateng o gol do Milan na Holanda
Toussaint Kluiters/Reuters
El Shaarawy comemora com Prince Boateng o gol do Milan na Holanda

Em jogo muito movimentado no estádio Phillips, o PSV abusou de perder chances claras de gol e acabou sendo castigado diante da tradição do Milan nos playoffs da Liga dos Campeões da Europa. Os italianos abriram o placar com El Sharaawy no primeiro tempo, mas os holandeses sacramentaram o 1 a 1 no placar com Matavz na etapa complementar.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O ímpeto inicial dos donos da casa quase se transformou em gol já no primeiro minuto de jogo. O centroavante Matavz arriscou de fora da área, a bola desviou no volante Maher e por pouco não morreu nas redes italianas. Aos cinco, os visitantes responderam quando o goleiro Zoet saiu mal para cortar lançamento, mas se recuperou a tempo de evitar o chute de El Sharrawy.

Os holandeses não deixaram barato e voltaram a assustar dois minutos depois em bomba de Wijnaldum após passe de calcanhar do sul-coreano Park Ji-Sung, que marcou o nome na história do Manchester United e que retorna ao PSV nesta temporada. Aos 11 foi a vez do lateral esquerdo Willens soltar pancada e levantar a torcida.

Mas o que era empolgação nas arquibancadas se transformou em frustração aos 14 minutos. Kevin-Prince Boateng acertou bom passe para Abate nas costas de Willens e viu o lateral cruzar com capricho para a grande área. El Sharaawy mostrou boa movimentação e nem precisou saltar para completar de cabeça e abrir o placar. Na sequência, Balotelli bateu com muita categoria e Zoet espalmou para salvar os holandeses. A bola ainda tocou no travessão antes de sair.

Montolivo tira a marcação de Rekik no duelo entre PSV e Milan pela Liga dos Campeões
Toussaint Kluiters/Reuters
Montolivo tira a marcação de Rekik no duelo entre PSV e Milan pela Liga dos Campeões


Antes do intervalo, os mandantes tiveram mais quatro chances claras para igualar o marcador. Duas com o volante Maher, primeiro em chute de fora da área e depois pegando de bate-pronto após passe milimétrico de Schaars. E duas com Matavz, que depois de aproveitar saída errada de Mexés e chutar por cima, acertou o travessão após fintar três marcadores.

Na etapa complementar, o primeiro susto foi dado pelos italianos quando El Shaarawy deu corta-luz para Balotelli, recebeu na frente e tocou por cima de Zoet, tirando tinta da trave direita. E se no primeiro tempo o PSV começou melhor e o Milan marcou, no segundo tempo o cenário foi completamente inverso.

Veja também: Uefa rejeita recurso e confirma exlusão do Metalist da Liga dos Campeões

Também aos 14 minutos, Bruma arriscou de muito longe, a bola quicou no gramado e Abiatti espalmou nos pés de Matavz, que somente empurrou para as redes e deixou tudo igual. O jogo caiu em intensidade e os holandeses perderam chance de ouro de virar a partida aos 30 minutos. Willens cruzou na medida e o zagueiro Rekik, sozinho na pequena área, mandou de cabeça para fora.

Aos 41, o Milan também desperdiçou oportunidade de sair com a vitória. Poli tabelou com Niang, ambos entraram no segundo tempo, e soltou pancada para grande defesa de Zoet, que deixou a vida do PSV pouco menos complicada para o duelo de volta, marcado para a próxima quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no San Siro em Milão.

* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.