Tamanho do texto

"O Paulo falou comigo na boa, sem problema, porque perdi dois pênaltis e ele tentaria com o Jadson", disse o goleiro são-paulino

O goleiro Rogério Ceni não tem mais a prioridade nas cobranças de pênaltis do São Paulo . Depois de ter desperdiçado duas cobranças consecutivas na temporada, o capitão perdeu a preferência do técnico Paulo Autuori, mas Jadson também falhou em sua oportunidade, no empate sem gols contra o Flamengo, neste domingo.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Isso (mudança) foi decidido antes do último jogo. O Paulo falou comigo na boa, sem problema, porque perdi dois pênaltis e ele tentaria com o Jadson. Nós torcemos, mas, infelizmente, ele não deu sorte. Foi uma questão de obediência ao critério técnico", afirmou o goleiro.

Leia mais: Jadson desperdiça pênalti e São Paulo fica no empate com o Flamengo

Ceni perdeu a prioridade por ter errado pênaltis no amistoso contra o Bayern de Munique e também no duelo contra a Portuguesa, pelo Campeonato Brasileiro. Nas duas oportunidades, os goleiros adversários defenderam as cobranças do capitão tricolor.

Assim, neste domingo, Jadson tentou aproveitar sua chance, depois que o árbitro assinalou infração de Luiz Antônio sobre Ademilson dentro da área, aos 42 minutos do segundo tempo. Porém, o goleiro Felipe acertou o canto e fez a defesa na batida do meio-campista, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

"Parece que as coisas não vão, está pesado", lamentou Ceni, que volta a campo com o Tricolor apenas no domingo, quando enfrentará o Fluminense, novamente pelo Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.