Tamanho do texto

Jogadores bateram boca durante a partida contra a Portuguesa, no Canindé. "Não é um time de freiras", disse Oswaldo de Oliveira

Seedorf, meia do Botafogo
Vitor Silva/SSPress
Seedorf, meia do Botafogo

A vitória por 3 a 1 sobre a Portuguesa devolveu a liderança do Campeonato Brasileiro ao Botafogo . Porém, um dos assuntos mais comentados em relação ao jogo foi a ríspida discussão entre o jovem lateral direito Gilberto e o veterano meia Seedorf. O fato, porém, foi minimizado.

Comente esta notícia com outros torcedores

Ainda no primeiro tempo, quando o jogo estava 0 a 0, após a marcação de uma falta contra o Botafogo, Seedorf advertiu Gilberto, que estava reclamando muito da marcação do árbitro Alício Pena Júnior. Os dois discutiram e o holandês chegou a abaixar o braço do lateral veementemente.

O técnico Oswaldo de Oliveira minimizou o episódio: "O Botafogo não é um time de freiras e esse tipo de coisa acontece no futebol. Os jovens do Botafogo têm personalidade, o Seedorf é uma liderança dentro de campo e esse tipo de discussão é normal e faz parte do futebol. Todos conversaram no vestiário e já está tudo normal. O objetivo de todos no Botafogo é o mesmo: ganhar as partidas".

Confira a classificação e os jogos do Campeonato Brasileiro da Série A

"A vontade de ser campeão brasileiro é muito grande e estamos fazendo de tudo dentro de campo para ganhar os nossos jogos. Portanto, essas discussões acabam acontecendo mesmo, são coisas de campo, de jogo. No vestiário todo mundo conversa e fica tudo bem. Esse grupo do Botafogo é muito unido e estamos demonstrando isso com os resultados - afirmou o goleiro Jéfferson, um dos líderes do elenco.

Gilberto não deu entrevistas depois da partida, já que tem sido uma postura da comissão técnica blindar os jovens jogadores do elenco a fim de que eles evitem ficar expostos a declarações polêmicas. Recentemente, Seedorf impediu o meia Vitinho de conversar com os jornalistas no intervalo de uma partida a fim de que o jovem não perdesse o foco no jogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.