Tamanho do texto

Técnico do Santos afirmou que o jogador ainda não fez coletivos como meia e terá de trabalhar para ganhar a posição

Léo, lateral do Santos
Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC
Léo, lateral do Santos

O empate em 1 a 1 contra o Vasco, na última quarta-feira, pode ter sido último jogo de Léo na lateral esquerda do Santos . No dia seguinte, o ídolo santista afirmou em entrevista coletiva que a partir daquele momento disputaria posição no meio de campo. Após o 0 a 0 contra o Bahia, neste domingo. o técnico Claudinei Oliveira afirmou que o lateral santista terá de demonstrar nos treinamentos que pode ocupar uma das posições do meio de campo santista.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"A gente respeita a posição dele, só que não podemos esquecer os outros (jogadores). O Léo não fez sequer um coletivo como meia. Ele vai ter que trabalhar e ganhar a posição naturalmente. Se ele chegar ao nível de ser utilizado, ele vai jogar", declarou o treinador.

Confira a classificação e a tabela do Brasileirão

Diante do Tricolor Baiano, o chileno Mena, que desfalcou o Santos contra o Vasco por estar defendendo a seleção de seu país, voltou a aparecer como titular na lateral esquerda.No meio de campo, Léo provavelmente brigará por posição com Cícero e Montillo. O primeiro joga mais recuado, caindo pelo lado esquerdo, enquanto o argentino é o responsável pela armação das jogadas santistas, e atua mais próximo dos atacantes.

A saída de Neílton para a entrada de Léo Citadini contra o Bahia mostrou uma nova possibilidade estudada por Claudinei Oliveira. Se a formação for mantida nos próximos jogos, Citadini passa a ser o novo concorrente de Léo, já que, sem Neilton, Montillo tende a jogar mais avançado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.