Tamanho do texto

Embora tenha o segundo melhor ataque do campeonato, o Internacional é uma das defesas mais vazadas da competição

Apesar do clima positivo por ter arrancado um empate do Botafogo no último minuto no Maracanã, o Internacional vem há quatro rodadas sem vitórias no Brasileirão. É para tentar acabar com essa sequência negativa dentro da competição que o Colorado recebe o Atlético-MG , equipe que acabou, diante do Bahia, com uma série de cinco partidas sem vitórias na competição.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Embora tenha o segundo melhor ataque do campeonato, o Internacional é uma das defesas mais vazadas da competição. Com 21 gols levados, só supera, neste quesito, Vasco (23) e Criciúma (25). Para piorar, a zaga titular está fora. Índio segue lesionado e Juan levou o terceiro cartão amarelo contra o Fogão e está suspenso. Alan, Alef ou Romário devem formar o miolo de defesa com Ronaldo Alves diante do campeão da Libertadores.

Apesar disso, o técnico Dunga pode contar com uma volta importante: Forlán, que marcou dois gols no amistoso que terminou com vitória do Uruguai sobre o Japão, por 4 a 2. Scocco, autor também de dois gols no 3 a 3 com o Botafogo, pode ser o substituto do uruguaio caso ele não jogue. No meio, Aírton, que cumpriu suspensão na última rodada, deve voltar no lugar de Ygor.

Seguem lesionados o volante Josimar, os zagueiros Índio e Jackson e os laterais Gabriel, Ednei e Cláudio Winck. A tendência é que Ednei assuma a ala direita.

O técnico Dunga elogiou o poder de reação de sua equipe contra o Botafogo, quando o Inter conquistou o empate no último lance da partida. Recentemente, a equipe recuperou resultados também diante de América-MG, Grêmio e Atlético-PR, fora outras partidas no começo do Brasileiro: "poucos clubes vão jogar de igual para igual com o Botafogo aqui, como fizemos. A postura do time tem que ser sempre essa, uma equipe forte, aguerrida".

A confiança voltou ao semblante dos jogadores do Atlético-MG, que voltaram a vencer após amargar um jejum de cinco partidas no Brasileiro. No Galo, o discurso é que o clube não abriu mão da competição nacional, mesmo tendo conquistado o título da Copa Libertadores. O zagueiro Leonardo Silva deixa claro que os mineiros estão aguardando o momento certo para entrar na briga para ser Campeão Brasileiro.

"Temos que pensar sempre no melhor. Não tivemos um começo bom, mas, mesmo com essa classificação garantida à Libertadores, vamos fazer o máximo para chegar o mais próximo dos líderes. Esperamos poder evoluir e subir aos poucos de posição, para, quando chegar ao momento decisivo, dar o sprint", declarou.

O técnico Cuca, porém, tem tido dificuldades para armar a equipe do Atlético-MG, que convive com vários desfalques, que aos poucos começam a retornar ao time. Para enfrentar o Colorado, o lateral-direito Marcos Rocha é desfalque certo, já que recebeu o terceiro cartão amarelo. O volante Leandro Donizete e o atacante Diego Tardelli estão entregues ao departamento médico.

Para amenizar os problemas do comandante alvinegro, o atacante Jô, que estava servindo a Seleção Brasileira retorna ao time na vaga de Alecsandro. Para o lugar de Marcos Rocha, Michel deve ser o escolhido, já na vaga de Tardelli a tendência é o ex-Colorado Dátolo ser mantido entre os titulares para pegar o Inter.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
Data: 18 de agosto de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)

INTERNACIONAL: Muriel; Ednei, Ronaldo Alves, Alan (Romário ou Alef) e Fabrício; Aírton, Willians, Alex e D’Alessandro; Forlán (Scocco) e Leandro Damião
Técnico: Dunga

ATLÉTICO-MG: Victor; Michel, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre, Josué, Dátolo e Ronaldinho; Luan e Jô
Técnico: Cuca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.