Tamanho do texto

Jogadores ouviram o coro de "vamos jogar bola" após a derrota por 3 a 2 para o Grêmio

O Vasco voltou a enfrentar cobranças de sua torcida em São Januário no sábado. Os jogadores ouviram o coro de "vamos jogar bola" após a derrota por 3 a 2 para o Grêmio, mesmo tendo conquistado dois resultados considerados bons anteriormente - vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba e empate por 1 a 1 com o Santos, ambos os jogos disputados longe de casa.

LEIA:  Com dois de Barcos, Grêmio bate Vasco e sobe para terceiro

"Foi a confirmação de que o time ainda não recuperou a confiança para jogar em casa", notou o meia Juninho Pernambuco, um dos líderes do elenco. "Temos de aceitar essa realidade, mas sem deixar de ressaltar o espírito de luta que todos estão mostrando", acrescentou.

Juninho foi um dos destaques vascaínos no tropeço diante do Grêmio. Saíram dos pés do veterano as jogadas de bola parada dos gols do time mandante. "Mas tivemos um pouco de pressa para sair jogando no início do segundo tempo. Poderíamos ter paciência, mas levamos o terceiro gol muito rapidamente", comentou.

Quem também não teve calma foi a torcida do Vasco. O goleiro Diogo Silva, por exemplo, escutou vaias antes mesmo de o jogo com o Grêmio acabar. "Tivemos uma noite muito ruim. Não conseguimos jogar", ele lamentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.