Tamanho do texto

O gol da vitória por marcado por Samuel, que havia acabado de entrar na vaga de Sobis

O Fluminense conseguiu sua recuperação no Campeonato Brasileiro, na noite deste sábado, com a vitória por 1 a 0 sobre o Náutico , na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, na região metropolitana do Recife. Depois de levar sustos atrás, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo definiu o triunfo na etapa final.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O gol da vitória por marcado por Samuel, que havia acabado de entrar na vaga de Rafael Sobis. Desta forma, o Tricolor interrompeu uma série de quatro jogos sem triunfos e, de quebra, afundou o Náutico, que segue em situação bastante complicada no Nacional.

Com o resultado positivo deste sábado, o Fluminense chegou aos 18 pontos, no 11º lugar, mas pode ser ultrapassado no complemento da rodada. Já o Timbu, que teve a estreia do técnico Jorginho, ocupa a lanterna da competição, com apenas oito.

As duas equipes têm compromissos fora do Brasileirão no meio de semana. O Fluminense joga na quarta-feira contra o Goiás, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Já o Náutico enfrenta o rival Sport, na terça, na Ilha do Retiro, pela Copa Sul-americana.

Fluminense comemora gol da vitória sobre o Nautico
Divulgação
Fluminense comemora gol da vitória sobre o Nautico

O jogo

O primeiro lance ofensivo do jogo foi do Fluminense, logo aos três minutos, quando Leandro Euzébio aproveitou cobrança de escanteio de Rafael Sobis e cabeceou, mas Ricardo Berna defendeu. A partir daí, a partida perdeu emoção, com muitos erros das duas equipes no meio-campo. Sem criatividade de ambos, o jogo foi sonolento por boa parte da etapa inicial.

Aos 15 minutos, Maikon Leite recebeu pela direita da área e bateu cruzado, mas Tiago Real não alcançou na pequena área, e a bola se perdeu pela linha de fundo, em uma das poucas chances dos donos da casa no início do confronto. Desta forma, o jogo só melhorou depois da metade do primeiro tempo. Aos 32, João Filipe tentou recuar de cabeça, mas não percebeu que Kennedy estava no meio do campo. O garoto do Fluminense fez um leve desvio e viu Ricardo Berna se esticar, mas a bola passou raspando a trave.

Depois disso, o zagueiro do Timbu foi vaiado pelos torcedores locais. Já no último lance da etapa, a equipe pernambucana também contou com lance infeliz do adversário para responder. Eltinho pegou pela esquerda e chutou forte, cruzado e rasteiro. Carlinhos tentou afastar a batida de dentro da área e acabou mandando na direção do próprio gol, com a bola passando perto do travessão de Diego Cavalieri.

No intervalo, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez duas mudanças no Fluminense. Wagner e Felipe entraram nas vagas de Jean e Kennedy. Entretanto, a primeira chance de perigo partiu do Náutico. Rogério dominou a bola pela esquerda, limpou a marcação e bateu forte. Diego Cavalieri deu rebote na defesa, mas nenhum adversário aproveitou. Pouco depois, Eltinho apareceu com liberdade na área e chutou forte, exigindo boa defesa de Cavalieri.

Os jogadores do Náutico perceberam que o meio-campo do Fluminense ficou aberto depois das alterações de Luxemburgo. Assim, o time da casa partiu para o ataque. Maikon Leite, inclusive, acertou a trave dos visitantes, na melhor chance do clube pernambucano até então. O técnico Jorginho fez em seguida sua primeira mudança, com Rodrigo Souto no lugar de Elicarlos. Luxemburgo, por sua vez, utilizou sua última opção, colocando Samuel na vaga de Rafael Sobis.

A aposta do treinador do Tricolor surtiu o efeito rapidamente. Aos 25 minutos, Samuel recebeu na entrada da área, driblou os zagueiros João Filipe e Jean Rolt e chutou para fazer o gol. Logo depois do gol, Jorginho tirou Maikon Leite e mandou Olivera a campo. O gol deu tranquilidade ao time do Rio de Janeiro, que soube aproveitar o desespero do adversário e administrou o resultado positivo.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 17 de agosto de 2013 (Sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartões amarelos: Martinez, Rogério (Náutico). Diguinho, Willian (Fluminense)
GOL: FLUMINENSE: Samuel, aos 25 minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Ricardo Berna, Auremir, Jean Rolt, João Filipe e Eltinho; Elicarlos (Rodrigo Souto), Derley, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite (Olivera) e Rogério (Hugo)
Técnico: Jorginho

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Igor Julião, Anderson, Leandro Euzébio e Carlinhos; Jean (Wagner), Diguinho e Willian; Kennedy (Felipe), Rafael Sobis (Samuel) e Fred
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.