Tamanho do texto

Técnico usou exemplo de derrota para os reservas do Atlético-MG para justificar que time paranaense pode ser perigoso mesmo sem seu melhor atleta em campo

Não são poucos os desfalques do Coritiba na partida deste domingo, contra o Corinthians , no Pacaembu. O maior deles é Alex, mas a ausência do ótimo e experiente meio-campista, como não era difícil prever, não faz o técnico alvinegro Tite imaginar um confronto mais fácil.

LEIA:  Corinthians recebe derrapante Coritiba para retomar escalada

"Em um campeonato tão equilibrado quanto este, ainda mais equilibrado do que normalmente já é o Brasileiro, o time deles tem todas as condições de fazer um bom jogo. O Coritiba não é só um jogador", afirmou o treinador.

Tite deu declarações semelhantes antes da partida contra o Atlético-MG, há um mês. A julgar pelo resultado - um triunfo por 1 a 0 dos reservas mineiros, que estava concentrado na final da Copa Libertadores -, os jogadores não ouviram o alerta.

O aviso se faz novamente necessário porque o Coritiba, além de muitos desfalques, tem derrapado após um ótimo início no Nacional. A equipe dirigida por Marquinhos Santos vem de derrota em casa para o Vasco e empate suado - e contestado - com a Portuguesa, também no Couto Pereira.

Ainda assim, o Coxa começou a rodada na terceira colocação da competição, dois pontos à frente do Corinthians. "Eles venceram sem o Alex também. E ele saiu no intervalo de algumas partidas. É um bom time", repetiu Tite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.