Tamanho do texto

Time pernambucano chega a 30 pontos e fica atrás apenas de Palmeiras e Chapecoense na tabela

Em duelo de opostos na Série B do Campeonato Brasileiro, Sport e Atlético-GO entraram no gramado da Ilha do Retiro e proporcionaram um belo confronto debaixo de chuva intensa. Melhor para o Leão, que contou com gol relâmpago para iniciar a vitória por 3 a 2 e emplacar a segunda vitória consecutiva e o segundo revés seguido do Dragão.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

Os pernambucanos saíram na frente logo no primeiro minuto com Felipe Azevedo e ampliaram com Lucas Lima antes do intervalo. No segundo tempo, Pipico descontou, viu Gabriel aumentar para os donos da casa e fez mais um para os goianos, que seguem com 16 pontos e ameaçados pela zona de rebaixamento. Já os leoninos disparam na terceira posição com 30 pontos.

Na próxima rodada, a 17ª da competição nacional, o Sport tem duelo direto pelas primeiras colocação diante do Paraná Clube. A partida está marcada para as 16h20 (de Brasília) de sábado no estádio Durival de Britto, em Curitiba. No mesmo dia e horário, o Atlético-GO encara o embalado América-MG no Serra Dourada, em Goiânia.

O jogo

De maneira arrasadora, o Leão da Ilha precisou de 60 segundos para abrir o placar e deixar a torcida ainda mais empolgada nas arquibancadas. O lateral esquerdo Marcelo Cordeiro fez excelente tabela com Marcos Aurélio e tocou na medida para Felipe Azevedo aparecer na pequena área e empurrar para as redes.

Os atleticanos tentaram reagir imediatamente, mas a cabeçada à queima-roupa de Pipico parou em milagre do goleiro Magrão aos cinco minutos. O atacante teve nova oportunidade aos 12, mas tentou mandar por cobertura e desperdiçou novamente. Pouco depois, veio o castigo pela falta de pontaria dos goianos.

O jovem Lucas Lima arrancou da ponta direita para o meio completamente livre de marcação e tocou para Marcos Aurélio na grande área. O experiente camisa 10 apenas ajeitou de volta, desmontando a defesa adversária e deixando o meia em totais condições de bater de perna esquerda, sem chance de defesa para Márcio.

Antes do intervalo, o Sport teve a chance de ampliar a vantagem, mas Márcio salvou cobrança de falta certeira de Marcos Aurélio ao saltar no canto esquerdo. E se no primeiro tempo a blitz em busca do gol foi leonina, na etapa complementar foi o Dragão quem conseguiu balançar as redes logo nos primeiros lances.

Aos oito minutos, Rafael Cruz recebeu com liberdade na linha de fundo e cruzou aberto, mandando nas costas da defesa pernambucana. Pipico arriscou chute de primeira, contou com escorregão de Magrão e descontou para os visitantes. A alegria atleticana, no entanto, perdurou por apenas seis minutos na Ilha do Retiro.

Marcos Aurélio voltou a funcionar como garçom e cruzou na medida para o zagueiro Gabriel subir sozinho e cabecear para o gol. Assim que validou o tento, árbitro paulista Vinicius Furlan foi cercado pelos jogadores do Atlético-GO, que cobravam falta fora do lance na bola alçada na área.

Dez minutos depois, o Dragão voltou a respirar no confronto e chegou ao segundo gol em mais uma jogada criada pelo lado direito. O atacante Diogo Campos, que havia acabado de entrar na vaga do meia Jorginho, cruzou com precisão para Pipico subir nas costas de Anderson Pedra, diminuir o prejuízo, mas não evitar a vitória do Sport.

FICHA TÉCNICA -  SPORT 3 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 16 de agosto de 2013, sexta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Vitor Carmona Metestaine (SP) e Edilson Frasão Pereira (TO)
Cartões amarelos: Tobi (Sport); Rafael Cruz, Pipico e Diogo Campos (Atlético-GO)

Gols:
SPORT: Felipe Azevedo, a um minuto, e Lucas Lima, aos 19 minutos do primeiro tempo; Gabriel, aos 14 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-GO: Pipico, aos oito, e aos 24 minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão; Patric, Tobi, Gabriel e Marcelo Cordeiro (Pery); Anderson Pedra, Renan Teixeira, Patrik Silva (Camilo) e Lucas Lima (Chumacero); Felipe Azevedo e Marcos Aurélio
Técnico: Marcelo Martelotte

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Ednei, Diego Giaretta e Ernandes; Renan Foguinho, Marino, Bida, Jorginho (Diogo Campos); Pipico e Anselmo
Técnico: PC Gusmão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.