Tamanho do texto

Depois de ter vencido as cinco primeiras partidas como mandante, time carioca tropeça duas vezes seguidas e não consegue disparar na tabela

Botafogo vem de dois empates como mandante
Pedro Martins/Agif/Gazeta Press
Botafogo vem de dois empates como mandante

Depois de vencer as cinco primeiras partidas como mandante no Campeonato Brasileiro , o Botafogo perdeu pontos nas duas últimas vezes que atuou dentro de casa. Tanto no sábado, contra o Goiás, como nesta quinta-feira, diante do Internacional, o time comandado por Oswaldo de Oliveira estava à frente no placar, mas acabou permitindo o empate. Estes dois resultados acabaram impedindo a equipe de se ver em situação mais confortável na liderança da competição.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com 24 pontos, o Botafogo lidera o Campeonato Brasileiro. O vice-líder, o Cruzeiro, tem um ponto a menos. A diferença entre os dois poderia ser maior justamente se o time carioca tivesse aproveitado melhor o fato de ter atuado como mandante nas duas últimas rodadas.

"Infelizmente a vitória não veio contra o Internacional, mas não podemos nos abater e temos que recuperar longe do Rio de Janeiro os pontos que perdemos em nossa casa", afirmou o zagueiro Bolívar. "A partida contra a Portuguesa é a primeira oportunidade que teremos para isso, e, com todo o respeito ao adversário, temos que nos empenhar para já somarmos os três pontos", completou.

O pensamento do volante Gabriel sobre o jogo do próximo domingo é bastante semelhante. "A Portuguesa é o primeiro jogo que teremos como visitante depois de dois empates com mando de campo do Botafogo. Temos que procurar recuperar esses pontos perdidos em casa lá em São Paulo", disse.

Para o jogo do Canindé, o Botafogo terá novamente à disposição três jogadores que desfalcaram a equipe nesta quinta-feira, diante do Internacional. Um deles é o goleiro Jéfferson, que estava servindo à seleção brasileira no amistoso contra a Suíça. Outro é o lateral direito Gilberto, que cumpriu suspensão por acúmulo de cartões amarelos. O terceiro é o meia Lodeiro, que estava com a seleção do Uruguai que derrotou o Japão em amistoso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.