Tamanho do texto

Em casa, time paranaense buscou igualdade contra a Portuguesa nos acréscimos

Bill empatou para o Coritiba contra a Portuguesa
Heuler Andrey/Agif/Gazeta Press
Bill empatou para o Coritiba contra a Portuguesa

Apesar das circunstâncias, o empate com a Portuguesa foi lamentado pelo técnico do Coritiba , Marquinhos Santos. Mesmo achando que sua equipe poderia ter saído do Couto Pereira com um resultado melhor, o treinador acredita que este ponto será comemorado no final do Campeonato Brasileiro.

Veja a tabela completa do Brasileirão

"Saio chateado em função do resultado, mas sei que ainda tem muitas rodadas pela frente e o Coritiba permanece no G-4. Temos que valorizar o adversário, que fez o jogo na proposta deles, achou o gol e se defendeu bem com um a menos", analisa Marquinhos. "O campeonato é longo e tempos muitos jogos para buscar pontos e vitórias fora", completa.

Para o treinador, o Coritiba insistiu em trocar passes quando poderia ter virado a partida caso variasse as jogadas e apostasse no talento de seus atletas. "Quando temos um jogo tático, você só define em uma jogada individual ou na bola aérea. Faltou essa jogada individual, os jogadores sabem que poderiam fazer isso e não fizeram. Por sorte, acabamos empatando em uma bola aérea", diz.

Apesar de acreditar que o Coxa tinha capacidade de vencer o jogo, Marquinhos confia que o ponto conquistado no último minuto tenha muita importância no momento de definição do Brasileirão.

"É nas adversidades que o grupo mostra força. Pelas adversidades, talvez pela situação momentânea, o ponto conquistado não seja interessante. Mas em dezembro ele pode ser comemorado em nosso objetivo maior, que é o título, ou na briga pela vaga na Libertadores", conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.