Tamanho do texto

Time caminhava para conquistar uma vitória sobre o Vasco na Vila Belmiro, mas acabou sofrendo gol de empate no último minuto

Claudinei Oliveira, técnico do Santos
Ivan Storti/Divulgação Santos FC
Claudinei Oliveira, técnico do Santos

O técnico interino do Santos , Claudinei Oliveira, não gostou da atuação de sua equipe no empate com o Vasco, por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. O treinador acredita que o time esteve abaixo do esperado e que, por esta razão, o resultado não pode ser considerado injusto.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Acho que produzimos abaixo. Fomos bem nos primeiros 20, 25 minutos. Mas, hoje (quarta), nós não conseguimos manter a intensidade de outras partidas. O Vasco terminou a primeira etapa melhor do que a gente. No segundo tempo, o quadro não se reverteu. Não vínhamos bem até o gol. Depois, nós tivemos chances nos contra-ataques e não matamos. Tivemos oportunidades para definir (a vitória), só que não fizemos. É duro. Mas, pelo que foi o jogo, não adianta lamentarmos. O Vasco não merecia perder", analisou Claudinei.

O comandante santista ainda aproveitou para evitar apontar culpados pelo tropeço em casa. Claudinei Oliveira crê que os santistas agora precisam focar ainda mais no trabalho, para que a equipe volte a ganhar no Campeonato Brasileiro.

O interino, porém, lamentou a falta de tempo para treinar os atletas com mais tranquilidade. "É complicado você recuperar os jogadores, atuando quarta e domingo. Temos pouco tempo e, por causa disso, não tem como você colocar os atletas treinando finalização, por exemplo. Além disso, as bolas que vieram não foram totalmente ‘limpas’. Acontece, mas não é questão de punir ninguém. Enfim, não temos que achar culpados. O que nos cabe é trabalhar para reverter esses insucessos", concluiu.

O Santos volta a campo diante do Bahia, no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena Fonte Nova. O duelo será válido pela 15ª rodada do Brasileirão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.