Tamanho do texto

Campeão da Libertadores não vence há cinco jogos no Campeonato Brasileiro e aparece na parte de baixo da tabela de classificação

Atlético-MG, de Ronaldinho, busca recuperação
Angelo Pettinati/Agif/Gazeta Press
Atlético-MG, de Ronaldinho, busca recuperação

O Atlético-MG não vence há cinco jogos, sequência que já começa a incomodar e deixa o clube na parte de baixo da tabela do Campeonato Brasileiro . O time tem nesta quarta-feira mais uma chance de acabar com a série sem de vitórias. Às 19h30, enfrenta o Bahia no estádio Independência.

O técnico Cuca, porém, tem problemas para armar a equipe atleticana. Jô serve a seleção brasileira e fica fora contra os baianos. O atacante Diego Tardelli se recupera de uma lesão muscular e é dúvida, como Cuca não tem Guilherme, liberado pelos médicos, mas fora de forma, a tendência é o treinador atleticano recorrer aos novos reforços.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O armador argentino Dátalo chegou recentemente ao clube e já deve estrear, já que o Atlético-MG vem enfrentando problemas na armação das jogadas, fato revelado por Cuca e que tem incomodado o treinador. Além de Dátalo, o Galo também terá o reforço de Luan, que cumpriu suspensão contra o Náutico e retorna ao time.

O volante Pierre sabe que o momento do Atlético-MG não é bom, mas o jogador acredita na recuperação da equipe e deixa claro que o Galo não vai abrir mão do Brasileiro. Segundo ele, o ideal é o time começar a crescer na competição pouco a pouco, saindo de perto da zona do rebaixamento para depois brigar pelas primeiras colocações.

"A gente tomou esse gosto de brigar por títulos. Ganhamos o Mineiro duas vezes, fomos vice do Brasileiro e ganhamos a Libertadores. Aqui ninguém jogou a toalha e queremos incomodar no Brasileiro deste ano. O pensamento é passo a passo. Sair de perto da zona de rebaixamento, encostar no grupo da frente e brigar pelo título", disse.

Bahia está em nono no Brasileirão
Eduardo Martins/A Tarde/Futura Press
Bahia está em nono no Brasileirão

Nono colocado com 19 pontos, o Bahia quer voltar a brigar por um lugar no G4 do Brasileiro. Para isso, terá de se recuperar do revés ante o Grêmio. O técnico Cristóvão Borges não poderá contar com o zagueiro Titi, que levou cartão vermelho contra o Grêmio e cumpre suspensão automática.

O treinador, porém, conta com o retorno do lateral-direito Madson, que retorna de suspensão e está à disposição para enfrentar o Galo. Provável substituto de Titi, o zagueiro Lucas Fonseca terá a missão de anular os atletas do Atlético-MG, mas recebeu orientação de Cristóvão Borges para procurar evitar cartões.

"A marcação forte acarreta no número de cartões. Campeonato Brasileiro é muito difícil, se der espaço o time acaba produzindo, tem que marcar em cima. Jogar contra o Atlético-MG é sempre difícil, mas precisamos da vitória e vamos atrás disso, mesmo jogando no Independência", afirmou.

FICHA TÉCNICA - A TLÉTICO-MG X BAHIA
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG) 
Data: 14 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ) 
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Josué, Dátalo (Tardelli) e Ronaldinho; Luan e Alecsandro
Técnico: Cuca

BAHIA: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Rafael Donato e Raúl; Fahel, Rafael Miranda, Hélder e Anderson Talisca; Marquinhos e Fernandão.
Técnico: Cristóvão Borges

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.