Tamanho do texto

Técnico do São Paulo diz que seu time merecia vencer e que nem um empate seria bom resultado pelo que a equipe mostrou

Para Paulo Autuori, o São Paulo foi superior à Portuguesa na derrota deste domingo. Tanto que ele mal sabia explicar o placar de 2 a 1 no Canindé, o décimo jogo seguido de seu time sem vitória no Campeonato Brasileiro.

Ceni erra pênalti e mantém São Paulo em baixa com derrota para Lusa

"Tivemos futebol para ganhar o jogo. A melhor resposta que eu teria é de que não tenho palavra para descrever o que aconteceu hoje (domingo). Por isso o futebol é apaixonante", disse o treinador.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Por aquilo que a equipe jogou, nem o empate seria um bom resultado. Futebol não tem justiça, futebol é placar final. É eficiência, eficácia. Nos dois lances que teve, a Portuguesa marcou. Nosso time criou chances e jogou o suficiente para ganhar o jogo - e ganhar bem", avaliou.

Apesar da dificuldade para encontrar palavras que retratassem o que ocorreu no Canindé, Autuori conseguiu resumir o resultado como "duas chegadas eficientes" da Portuguesa. O treinador ainda lembrou o pênalti desperdiçado pelo goleiro Rogério Ceni e o gol - de mão - anulado de Aloísio, no fim.

"Os jogadores fizeram um segundo com qualidade. Se tivesse feito o segundo gol, teria sido a partida para lavar a alma, da retomada", lamentou, tendo em conta que uma vitória teria tirado o São Paulo da zona de rebaixamento da competição.

A próxima tentativa de escapar da faixa de descenso será na quinta-feira, contra o Atlético-PR, no Morumbi

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.