Tamanho do texto

Rivais são penúltimo e último da Série B e fizeram jogo para ser esquecido em Ceará-Mirim

Em um jogo ruim tecnicamente, América-RN e ABC não conseguiram sair do 0 a 0 no clássico potiguar. O resultado mantém um tabu: há nove jogos, o América-RN não perde para o maior rival, mas não é bom para o Mecão, que não sai da zona de rebaixamento.

Veja a classificação completa e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

Com 14 pontos, o Alvirrubro caiu uma posição na tabela e agora é o 19º, uma posição acima do ABC, que tem oito pontos e segura a lanterna desde a quarta rodada.

O jogo
A partida foi bastante equilibrada no primeiro tempo e os times não criaram muito. A primeira boa chance foi do ABC, que chegou com perigo aos 20 minutos com Guto, que cabeceou escanteio para fora.

Aos 23, o América-RN respondeu com Rodrigo Pimpão. O atacante recebeu após contra-ataque e bateu com força, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.Para a segunda etapa, os treinadores promoveram uma série de alterações em suas equipes, o que não modificou o panorama do jogo, que continuou monótono.

Nem a expulsão de Márcio Passos aos 31 minutos da etapa complementar conseguiu colocar fogo na partida, que seguiu equilibrada até os minutos finais, sem que o ABC soubesse aproveitar a superioridade numérica.

Na próxima rodada, enquanto o ABC visita o Icasa, o América-RN joga em casa mais uma vez, contra a Chapecoense.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-RN 0 X 0 ABC

Local: Estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN)
Data: 10 de agosto de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE)
Assistentes: Luis Carlos Camara Bezerra e Valdomir Antonio de Araujo Jr (ambos do RN)
Cartões amarelos: Renatinho Potiguar e Márcio Passos (América-RN); Flávio Boaventura, Jean Carioca e Gilcimar (ABC)
Cartão vermelho: Márcio Passos (América-RN)

AMÉRICA-RN
Andrey; Norberto, Zé Antônio, Edvânio e Renatinho Potiguar; Márcio Passos, Fabinho, Raí (Laércio) e Cascata (Almir); Vandinho (Junior Negão) e Rodrigo Pimpão
Técnico: Argel Fucks

ABC: Lopes; Thiaguinho (Pingo), Lino, Flávio Boaventura e Guto; Bileu, Edson, Leandro (Jean Carioca), Diogo Barcellos (Alexandre) e Erick Flores; Gilcimar
Técnico: Roberto Fernandes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.